Wendy Tavares pede cautela com feminismo: "Os direitos devem ser iguais"

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/03/2018 às 23:34:00

 

A modelo Wendy Tavares diz que o Dia das Mulheres significa a independência e o reconhecimento da mulher em relação à sociedade, mas pede cautela com feminismo.
"Mulheres são guerreiras e muitas das vezes sustentam uma família. Também tiro o chapéu para as que ficam em casa cuidando de tudo com turnos de 24 horas. Cuidando dos filhos, do marido e delas mesmo. Quanto ao feminismo, penso que a mulher não deve se sentir a última bolacha do pacote. Na minha opinião os direitos hoje são iguais", afirma a beldade que desfilou como destaque de chão da X-9 Paulistana no Carnaval de São Paulo.

A modelo Wendy Tavares diz que o Dia das Mulheres significa a independência e o reconhecimento da mulher em relação à sociedade, mas pede cautela com feminismo.
"Mulheres são guerreiras e muitas das vezes sustentam uma família. Também tiro o chapéu para as que ficam em casa cuidando de tudo com turnos de 24 horas. Cuidando dos filhos, do marido e delas mesmo. Quanto ao feminismo, penso que a mulher não deve se sentir a última bolacha do pacote. Na minha opinião os direitos hoje são iguais", afirma a beldade que desfilou como destaque de chão da X-9 Paulistana no Carnaval de São Paulo.