Erik Camarano da GE Power explana sobre termoelétrica na Alese

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Erik Camarano, da GE Power, fala na Assembleia Legislativa
Erik Camarano, da GE Power, fala na Assembleia Legislativa

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/03/2018 às 22:11:00

 

De autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) e deputado estadual, Luciano Bispo (PMDB), representantes da GE Power estiveram na Alese para apresentar os impactos econômicos e sociais Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I, localizada na Barra dos Coqueiros, além das tecnologias que a GE Power traz para a iniciativa.
De acordo com Erik Camarano, vice-presidente de Relações Governamentais para a América Latina da GE Power, o Complexo Termoelétrico Porto Sergipe I que é um empreendimento da Centrais Elétricas de Sergipe S.A. (CELSE), a Usina Termoelétrica terá tecnologia de ponta, tecnologia limpa e com enorme capacidade de geração de energia para toda a região Nordeste.
Disse ainda que o escopo das atividades da GE Power inclui três turbinas a Gás HA, detentoras de uma tecnologia recorde em eficiência, agraciadas com Guinness World Records; uma turbina a vapor, bem como um gerador de recuperação de calor e outros equipamentos associados, além de operação e manutenção da usina por 25 anos.
"É importante mencionar, não só o volume total de energia gerada que vai ser 1.5 GW, isso responde por mais de 15% de energia gerada no Nordeste com uma tecnologia que estamos trazendo pela primeira vez para a América Latina que é uma turbina nova, ou seja, a gás HA da GE que irá desempenhar um importante papel para permitir uma resposta rápida às flutuações da demanda da rede e adapta-se rapidamente às mudanças climáticas", destacou.
Vantagens - Em comparação com usinas hidrelétricas, são mais rápidas para se construir, podendo assim suprir carências de energia de forma mais rápida; Podem ser instaladas em locais próximos às regiões de consumo, reduzindo o custo com torres e linhas de transmissão, além de serem alternativas para países que não possuem outros tipos de fontes de energia.
Investimento da GG Power gerará cerca de 3 mil megawatts de energia e 1.700 empregos diretos somente nessa primeira etapa. A previsão é que as obras durem 36 meses e que, no final de 2019, a Usina Porto de Sergipe I já esteja pronta, entrando em plena operação em janeiro de 2020.
A Termoelétrica vai gerar energia a partir do gás natural e promoverá o fortalecimento do Porto de Sergipe, por onde será feita a importação do gás. Além disso, o complexo consolida o estado como produtor de energia, já que Sergipe produz também outras fontes energéticas como petróleo, gás natural, etanol, biomassa e energia hidroelétrica e eólica.

De autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) e deputado estadual, Luciano Bispo (PMDB), representantes da GE Power estiveram na Alese para apresentar os impactos econômicos e sociais Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I, localizada na Barra dos Coqueiros, além das tecnologias que a GE Power traz para a iniciativa.
De acordo com Erik Camarano, vice-presidente de Relações Governamentais para a América Latina da GE Power, o Complexo Termoelétrico Porto Sergipe I que é um empreendimento da Centrais Elétricas de Sergipe S.A. (CELSE), a Usina Termoelétrica terá tecnologia de ponta, tecnologia limpa e com enorme capacidade de geração de energia para toda a região Nordeste.
Disse ainda que o escopo das atividades da GE Power inclui três turbinas a Gás HA, detentoras de uma tecnologia recorde em eficiência, agraciadas com Guinness World Records; uma turbina a vapor, bem como um gerador de recuperação de calor e outros equipamentos associados, além de operação e manutenção da usina por 25 anos.
"É importante mencionar, não só o volume total de energia gerada que vai ser 1.5 GW, isso responde por mais de 15% de energia gerada no Nordeste com uma tecnologia que estamos trazendo pela primeira vez para a América Latina que é uma turbina nova, ou seja, a gás HA da GE que irá desempenhar um importante papel para permitir uma resposta rápida às flutuações da demanda da rede e adapta-se rapidamente às mudanças climáticas", destacou.
Vantagens - Em comparação com usinas hidrelétricas, são mais rápidas para se construir, podendo assim suprir carências de energia de forma mais rápida; Podem ser instaladas em locais próximos às regiões de consumo, reduzindo o custo com torres e linhas de transmissão, além de serem alternativas para países que não possuem outros tipos de fontes de energia.
Investimento da GG Power gerará cerca de 3 mil megawatts de energia e 1.700 empregos diretos somente nessa primeira etapa. A previsão é que as obras durem 36 meses e que, no final de 2019, a Usina Porto de Sergipe I já esteja pronta, entrando em plena operação em janeiro de 2020.
A Termoelétrica vai gerar energia a partir do gás natural e promoverá o fortalecimento do Porto de Sergipe, por onde será feita a importação do gás. Além disso, o complexo consolida o estado como produtor de energia, já que Sergipe produz também outras fontes energéticas como petróleo, gás natural, etanol, biomassa e energia hidroelétrica e eólica.