Nova greve no Fisco será deflagrada sexta-feira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/03/2018 às 22:38:00

 

Em assembleia extraordinária, os auditores (as) da Secretaria Estadual da fazenda (Sefaz/SE) deliberaram pelo encerramento da greve, que iniciou no último dia 3. O retorno ao trabalho será nesta terça-feira (13), a partir das 7h da manhã, tendo em vista que o pagamento dos servidores ativos, inativos e pensionistas foi realizado nesta segunda-feira (12.03).
A mesma assembleia aprovou a realização de nova paralisação na próxima sexta-feira (16), a partir de zero hora. De acordo com o presidente do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), a paralisação nos serviços da Sefaz ocorre pela interrupção das negociações entre o Sindifisco e o governo estadual. "O governo na última sexta-feira (9) comunicou ao Sindicato que não irá implementar a gratificação de incremento à arrecadação. Esse comunicado frustrou a nossa categoria uma vez que as negociações aparentemente caminhavam para um bom desfecho", afirma Paulo Pedroza.
O secretário de Comunicação do Sindifisco, Abílio Castanheira, informa que a assembleia também aprovou calendário de mobilização para esta semana na sede da Sefaz: Ato com Café da Manhã, às 7h da manhã, nesta quarta-feira (14) e um Debate Sobre as Reformas Previdenciária e Tributária, que acontecerá no auditório da Sefaz, no horário das 8h ao meio dia, no dia 15 (quinta-feira).

Em assembleia extraordinária, os auditores (as) da Secretaria Estadual da fazenda (Sefaz/SE) deliberaram pelo encerramento da greve, que iniciou no último dia 3. O retorno ao trabalho será nesta terça-feira (13), a partir das 7h da manhã, tendo em vista que o pagamento dos servidores ativos, inativos e pensionistas foi realizado nesta segunda-feira (12.03).
A mesma assembleia aprovou a realização de nova paralisação na próxima sexta-feira (16), a partir de zero hora. De acordo com o presidente do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), a paralisação nos serviços da Sefaz ocorre pela interrupção das negociações entre o Sindifisco e o governo estadual. "O governo na última sexta-feira (9) comunicou ao Sindicato que não irá implementar a gratificação de incremento à arrecadação. Esse comunicado frustrou a nossa categoria uma vez que as negociações aparentemente caminhavam para um bom desfecho", afirma Paulo Pedroza.
O secretário de Comunicação do Sindifisco, Abílio Castanheira, informa que a assembleia também aprovou calendário de mobilização para esta semana na sede da Sefaz: Ato com Café da Manhã, às 7h da manhã, nesta quarta-feira (14) e um Debate Sobre as Reformas Previdenciária e Tributária, que acontecerá no auditório da Sefaz, no horário das 8h ao meio dia, no dia 15 (quinta-feira).