Prefeito discute ações integradas de combate à violência

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O prefeito Edvaldo Nogueira e autoridades da área de segurança: ações da Guarda Municipal serão integradas com a SSP
O prefeito Edvaldo Nogueira e autoridades da área de segurança: ações da Guarda Municipal serão integradas com a SSP

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/03/2018 às 23:37:00

 

A Prefeitura de Araca-
ju e o Governo do 
Estado, através da Secretaria de Segurança Pública (SSP), somam esforços para diminuir a criminalidade na capital. O prefeito Edvaldo Nogueira se reuniu, na manhã desta quinta-feira, com membros da Segurança Pública Municipal e Estadual, com o intuito de definir estratégias de ações integradas entre as gestões no combate à criminalidade. 
 Durante a reunião, foram apresentados dados relacionados às áreas mais violentas da cidade, bem como suas especificidades, de acordo com as manchas criminais apontadas pelas estatísticas da Coordenadoria de Estatística de Análise Criminal (Ceacrim) e do Centro de Estatística e Análise Criminal (Ceac). "A reunião foi muito boa. O secretário mostrou os dados dos locais com maiores níveis de violência em Aracaju, que servirão de laboratório para esse trabalho conjunto. Posteriormente as ações serão expandidas para toda a capital. Eu tenho confiança que nós conseguiremos baixar muito o índice de violência na nossa cidade", explica o prefeito. 
Para alcançar o objetivo, foi unânime a visão de que é imprescindível a junção de forças para que a população tenha mais tranquilidade. "Essa parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado é importantíssima na busca por aumentar a sessão de segurança para a população de Aracaju. A reunião de hoje foi excelente e o trabalho conjunto entre a Polícia Militar, a Polícia Civil e os órgãos municipais com certeza trará melhorias para os aracajuanos", afirmou o secretário da Segurança Pública, João Eloy.
 O resultado das conversas deixou os participantes animados. A inteligência no combate à insegurança será o grande diferencial da estratégia, utilizando as expertises dos diversos órgãos envolvidos.   "Essa união vai colaborar para diminuir a criminalidade, que cresceu muito em Aracaju. A Prefeitura vai colocar tudo que possui a disposição, como a SMTT e a Guarda Municipal, para trabalhar de maneira integrada com as Polícias Militar e Civil para que juntos nós tenhamos mais força no combate à violência. Eu acho que nós estamos dando um exemplo para todo Brasil hoje, pois com essa parceria quem ganhará é a população", garantiu Edvaldo. 
 O objetivo maior é que todos os envolvidos atuem de maneira harmônica. "A determinação do prefeito foi que toda estrutura da Prefeitura que possa auxiliar na prevenção e combate à violência se integre as forças do estado de maneira que se tenha sobreposição de esforços, mas uma coordenação visando diminuir a violência e dar maior sensação de segurança aos cidadãos", ressaltou o coronel Luís Fernando, gestor da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania.  
 
Presenças - Além do prefeito Edvaldo Nogueira, do Secretário João Eloy e do coronel Luís Fernando também estiveram presentes na reunião a delegada geral da Polícia Civil Katarina Feitosa, o comandante geral da Polícia Militar coronel Marcony Cabral, o diretor-geral da Guarda Municipal de Aracaju, subinspetor Fernando Mendonça, e o superintendente da SMTT Aristóteles Fernandes.

A Prefeitura de Araca- ju e o Governo do  Estado, através da Secretaria de Segurança Pública (SSP), somam esforços para diminuir a criminalidade na capital. O prefeito Edvaldo Nogueira se reuniu, na manhã desta quinta-feira, com membros da Segurança Pública Municipal e Estadual, com o intuito de definir estratégias de ações integradas entre as gestões no combate à criminalidade. 
 Durante a reunião, foram apresentados dados relacionados às áreas mais violentas da cidade, bem como suas especificidades, de acordo com as manchas criminais apontadas pelas estatísticas da Coordenadoria de Estatística de Análise Criminal (Ceacrim) e do Centro de Estatística e Análise Criminal (Ceac). "A reunião foi muito boa. O secretário mostrou os dados dos locais com maiores níveis de violência em Aracaju, que servirão de laboratório para esse trabalho conjunto. Posteriormente as ações serão expandidas para toda a capital. Eu tenho confiança que nós conseguiremos baixar muito o índice de violência na nossa cidade", explica o prefeito. 
Para alcançar o objetivo, foi unânime a visão de que é imprescindível a junção de forças para que a população tenha mais tranquilidade. "Essa parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado é importantíssima na busca por aumentar a sessão de segurança para a população de Aracaju. A reunião de hoje foi excelente e o trabalho conjunto entre a Polícia Militar, a Polícia Civil e os órgãos municipais com certeza trará melhorias para os aracajuanos", afirmou o secretário da Segurança Pública, João Eloy.
 O resultado das conversas deixou os participantes animados. A inteligência no combate à insegurança será o grande diferencial da estratégia, utilizando as expertises dos diversos órgãos envolvidos.   "Essa união vai colaborar para diminuir a criminalidade, que cresceu muito em Aracaju. A Prefeitura vai colocar tudo que possui a disposição, como a SMTT e a Guarda Municipal, para trabalhar de maneira integrada com as Polícias Militar e Civil para que juntos nós tenhamos mais força no combate à violência. Eu acho que nós estamos dando um exemplo para todo Brasil hoje, pois com essa parceria quem ganhará é a população", garantiu Edvaldo. 
 O objetivo maior é que todos os envolvidos atuem de maneira harmônica. "A determinação do prefeito foi que toda estrutura da Prefeitura que possa auxiliar na prevenção e combate à violência se integre as forças do estado de maneira que se tenha sobreposição de esforços, mas uma coordenação visando diminuir a violência e dar maior sensação de segurança aos cidadãos", ressaltou o coronel Luís Fernando, gestor da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania.   Presenças - Além do prefeito Edvaldo Nogueira, do Secretário João Eloy e do coronel Luís Fernando também estiveram presentes na reunião a delegada geral da Polícia Civil Katarina Feitosa, o comandante geral da Polícia Militar coronel Marcony Cabral, o diretor-geral da Guarda Municipal de Aracaju, subinspetor Fernando Mendonça, e o superintendente da SMTT Aristóteles Fernandes.