Drone ajudará Polícia Federal a combater crimes ambientais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/03/2018 às 22:13:00

 

O Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE) destinou R$ 27 mil, oriundos de uma decisão judicial da Justiça do Trabalho, para a aquisição de um drone e um software de processamento de imagens para a Polícia Federal em Sergipe. A tecnologia será utilizada no combate a crimes ambientais, a exemplo de levantamento de áreas de extração mineral e desmatamento.
A destinação foi uma iniciativa do procurador do Trabalho Albérico Luis Batista Neves e do procurador-chefe do MPT-SE, Emerson Albuquerque Resende, em processos que tramitam nas 1ª e 3ª Varas do Trabalho de Aracaju, titularizadas pelos juízes do Trabalho Sílvia Helena Maluf e Luiz Manoel Andrade Meneses.
O equipamento ficará sobre encargo do setor responsável pelas perícias criminais no âmbito da Polícia Federal. As imagens capturadas pelo drone, sejam fotografias ou vídeos, permitem o levantamento aerofotográfico, para fins de mapeamento de regiões de difícil acesso, a exemplo de mangues, bem como diminui o tempo de obtenção de dados de campo.
No âmbito pericial, será possível, em áreas com extração ilegal de minério, produzir Modelo Digital de Elevação (MDE), cubagem de volume extraído e mapa de declividade para definição de Áreas de Preservação Permanente (APPs). Já em áreas de desmatamento será possível obter, com maior precisão, o tamanho da degradação ambiental.
Em todas as situações descritas, com o uso de software destinado, é possível produzir blocos diagramas com perspectiva em 3D, que permitirão ao profissional responsável por manusear o equipamento sentir-se no local.
De acordo com a Polícia Federal, o equipamento também permite a captura da cena com localização precisa dos vestígios em locais onde ocorreram crimes e a obtenção de vídeos em tempo real para fins de flagrantes delitos, vigilância e orientação de equipes em solo durante deflagração de operações policiais. No segundo semestre do ano passado, o MPT destinou mais de R$ 300 mil para obras de reforma e ampliação da Polícia Federal em Sergipe.

O Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE) destinou R$ 27 mil, oriundos de uma decisão judicial da Justiça do Trabalho, para a aquisição de um drone e um software de processamento de imagens para a Polícia Federal em Sergipe. A tecnologia será utilizada no combate a crimes ambientais, a exemplo de levantamento de áreas de extração mineral e desmatamento.
A destinação foi uma iniciativa do procurador do Trabalho Albérico Luis Batista Neves e do procurador-chefe do MPT-SE, Emerson Albuquerque Resende, em processos que tramitam nas 1ª e 3ª Varas do Trabalho de Aracaju, titularizadas pelos juízes do Trabalho Sílvia Helena Maluf e Luiz Manoel Andrade Meneses.
O equipamento ficará sobre encargo do setor responsável pelas perícias criminais no âmbito da Polícia Federal. As imagens capturadas pelo drone, sejam fotografias ou vídeos, permitem o levantamento aerofotográfico, para fins de mapeamento de regiões de difícil acesso, a exemplo de mangues, bem como diminui o tempo de obtenção de dados de campo.
No âmbito pericial, será possível, em áreas com extração ilegal de minério, produzir Modelo Digital de Elevação (MDE), cubagem de volume extraído e mapa de declividade para definição de Áreas de Preservação Permanente (APPs). Já em áreas de desmatamento será possível obter, com maior precisão, o tamanho da degradação ambiental.
Em todas as situações descritas, com o uso de software destinado, é possível produzir blocos diagramas com perspectiva em 3D, que permitirão ao profissional responsável por manusear o equipamento sentir-se no local.
De acordo com a Polícia Federal, o equipamento também permite a captura da cena com localização precisa dos vestígios em locais onde ocorreram crimes e a obtenção de vídeos em tempo real para fins de flagrantes delitos, vigilância e orientação de equipes em solo durante deflagração de operações policiais. No segundo semestre do ano passado, o MPT destinou mais de R$ 300 mil para obras de reforma e ampliação da Polícia Federal em Sergipe.