Temer diz que queda da inflação e geração de empregos dão estabilidade ao país

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Presidente Michel Temer chega para cerimônia de inauguração do novo aeroporto de Vitória, no Espírito Santo
Presidente Michel Temer chega para cerimônia de inauguração do novo aeroporto de Vitória, no Espírito Santo

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/03/2018 às 00:19:00

Yara Aquino
Agência Brasil

Ao inaugurar, ontem (29), o novo aeroporto da cidade de Vitória (ES) -Eurico de Aguiar Salles - o presidente Michel Temer disse que ao assumir o governo resolveu dar andamento a obras que estavam paralisadas, apesar da recessão econômica que o país enfrentava.
"Nos reunimos e dissemos, vamos acabar essas obras, vamos levar adiante, sem embargo das dificuldades com que nos deparamos logo no primeiro momento, que a recessão naturalmente era profunda. E, sem embargo da recessão, conseguimos caminhar por duas vertentes, uma que era retomar as obras e levarmos adiante e recuperar a economia do país", disse citando a retomada da obra do aeroporto de Vitória que ficou paralisada durante anos.
No discurso, Temer citou que os resultados positivos da economia como a queda da inflação e a geração de  empregos têm repercussão para as pessoas que vivem em situação de maior vulnerabilidade. "Isso dá estabilidade para o país. O salário passa a ter mais valor, o alimento não cresce de preço, então, as pessoas passam a ter um padrão de vida muito melhor. Essa é a razão pela qual derrubar a inflação e os juros foi algo importante para o país", disse.
Ao finalizar o discurso, Temer disse que a Presidência é um trabalho "dificílimo" e sujeito a "bombardeios" constantes. "Tenho essa felicidade de ter chegado aqui e não estou falando de um governo de quatro anos ou oito anos, estou falando de um governo que não completou dois anos, tem um ano e 11 meses e foi nesse período que pudemos fazer tudo isso que foi feito mas, particularmente poder inaugurar o aeroporto de Vitória".