Audiência pública sobre Luther King debate sobre a conquista dos direitos civis

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/04/2018 às 07:08:00

 

Como forma de marcar a passagem dos 50 anos do assassinato de um dos maiores ícones da luta contra a discriminação racial e pela conquista de direitos civis na sociedade estadunidense, o mandato democrático e popular da deputada Ana Lúcia (PT) promoverá o seminário "Martin Luther King, o sonho e a conquista de direitos civis" na próxima quarta-feira, às 14h30 no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe.
Trata-se de um convite à reflexão e à luta em um momento crucial, marcado pelo endurecimento dos ataques à democracia e aos direitos humanos no Brasil e em todo o mundo. Assassinado por um segregacionista aos 39 anos de idade, no dia 4 de abril de 1968, Martin Luther King tornou-se um símbolo universal, que transcende o seu país e seu tempo, para encorajar a luta por cidadania e igualdade em todo o mundo, até os dias de hoje.
O seminário contará com palestras do professor Romero Junior Venâncio Silva, mestre em Sociologia pela UFPB, doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco e professor adjunto da UFS, além do mestre em Ciências da Religião e bacharel em Teologia pela Universidade Católica de Pernambuco e doutorando em Sociologia pela UFS, Alexandre de Jesus dos Prazeres que discutirão sobre a história e a importância de um dos principais ativistas na luta pelos direitos civis para a população negra.

Como forma de marcar a passagem dos 50 anos do assassinato de um dos maiores ícones da luta contra a discriminação racial e pela conquista de direitos civis na sociedade estadunidense, o mandato democrático e popular da deputada Ana Lúcia (PT) promoverá o seminário "Martin Luther King, o sonho e a conquista de direitos civis" na próxima quarta-feira, às 14h30 no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe.
Trata-se de um convite à reflexão e à luta em um momento crucial, marcado pelo endurecimento dos ataques à democracia e aos direitos humanos no Brasil e em todo o mundo. Assassinado por um segregacionista aos 39 anos de idade, no dia 4 de abril de 1968, Martin Luther King tornou-se um símbolo universal, que transcende o seu país e seu tempo, para encorajar a luta por cidadania e igualdade em todo o mundo, até os dias de hoje.
O seminário contará com palestras do professor Romero Junior Venâncio Silva, mestre em Sociologia pela UFPB, doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco e professor adjunto da UFS, além do mestre em Ciências da Religião e bacharel em Teologia pela Universidade Católica de Pernambuco e doutorando em Sociologia pela UFS, Alexandre de Jesus dos Prazeres que discutirão sobre a história e a importância de um dos principais ativistas na luta pelos direitos civis para a população negra.