Projeto social de Aracaju foi 1º do Nordeste, diz ministro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O ministro Osmar Terra durante a solenidade em Aracaju
O ministro Osmar Terra durante a solenidade em Aracaju

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/04/2018 às 06:40:00

 

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, destacou, nesta terça-feira, o trabalho desenvolvido pela gestão do prefeito Edvaldo Nogueira no campo da Assistência Social. Durante o 4º Encontro de Gestores Públicos de Sergipe, que reuniu prefeitos de todo o Estado, o ministro parabenizou Aracaju por ter conquistado o primeiro lugar, entre os municípios do Nordeste, no prêmio Progredir, cujo objetivo é reconhecer ações voltadas para a geração de renda e a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade. 
"No Nordeste inteiro, Aracaju ficou em primeiro lugar por desenvolver experiências inovadoras na área de emprego, renda e inclusão produtiva. Isso graças ao trabalho do prefeito Edvaldo Nogueira. Quase 400 municípios participar. De cada região do país, um município foi escolhido. Do Nordeste, foi Aracaju. Edvaldo faz um grande trabalho na área social da prefeitura, que merece ser reconhecido", afirmou o ministro.
Para Edvaldo, o reconhecimento público do ministro Osmar Terra é a comprovação de um trabalho feito com muita responsabilidade por parte da prefeitura de Aracaju, notadamente a Secretaria da Assistência Social, cuja iniciativa foi premiada. "Estou muito feliz. Este prêmio mostra o nosso compromisso com as pessoas que mais precisam. É também a prova da inovação do nosso governo, ao trabalhar a geração de emprego e renda com desenvolvimento social sustentável. Divido este reconhecimento com a secretária e vice-prefeita Eliane Aquino e com a equipe da Assistência Social. Estamos trabalhando para melhorar a vida das pessoas", disse.
O projeto de Aracaju que foi premiado pelo Ministério do Desenvolvimento Social é o "Cultivando Cidadania", cujo objetivo é implantar, de forma pioneira, hortas e outros cultivos em espaços públicos e comunitários, visando a geração de renda de famílias inseridas no Cadastro Único, em especial as que são beneficiárias do programa Bolsa Família. Também serão priorizadas aquelas famílias que tenham entre seus membros pessoas com deficiência, jovens em cumprimento de medidas sócioeducativas, apenados e apenadas da justiça, membros de comunidades tradicionais e pessoas em situação de rua.

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, destacou, nesta terça-feira, o trabalho desenvolvido pela gestão do prefeito Edvaldo Nogueira no campo da Assistência Social. Durante o 4º Encontro de Gestores Públicos de Sergipe, que reuniu prefeitos de todo o Estado, o ministro parabenizou Aracaju por ter conquistado o primeiro lugar, entre os municípios do Nordeste, no prêmio Progredir, cujo objetivo é reconhecer ações voltadas para a geração de renda e a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade. 
"No Nordeste inteiro, Aracaju ficou em primeiro lugar por desenvolver experiências inovadoras na área de emprego, renda e inclusão produtiva. Isso graças ao trabalho do prefeito Edvaldo Nogueira. Quase 400 municípios participar. De cada região do país, um município foi escolhido. Do Nordeste, foi Aracaju. Edvaldo faz um grande trabalho na área social da prefeitura, que merece ser reconhecido", afirmou o ministro.
Para Edvaldo, o reconhecimento público do ministro Osmar Terra é a comprovação de um trabalho feito com muita responsabilidade por parte da prefeitura de Aracaju, notadamente a Secretaria da Assistência Social, cuja iniciativa foi premiada. "Estou muito feliz. Este prêmio mostra o nosso compromisso com as pessoas que mais precisam. É também a prova da inovação do nosso governo, ao trabalhar a geração de emprego e renda com desenvolvimento social sustentável. Divido este reconhecimento com a secretária e vice-prefeita Eliane Aquino e com a equipe da Assistência Social. Estamos trabalhando para melhorar a vida das pessoas", disse.
O projeto de Aracaju que foi premiado pelo Ministério do Desenvolvimento Social é o "Cultivando Cidadania", cujo objetivo é implantar, de forma pioneira, hortas e outros cultivos em espaços públicos e comunitários, visando a geração de renda de famílias inseridas no Cadastro Único, em especial as que são beneficiárias do programa Bolsa Família. Também serão priorizadas aquelas famílias que tenham entre seus membros pessoas com deficiência, jovens em cumprimento de medidas sócioeducativas, apenados e apenadas da justiça, membros de comunidades tradicionais e pessoas em situação de rua.