Nanda Costa vive sua primeira protagonista

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/09/2012 às 02:18:00

"Depois do medo, vem o mundo" inspirada pela frase de Clarice Lispector, Nanda Costa afirma estar pronta para enfrentar o desafio de interpretar sua primeira protagonista. A atriz, de apenas 26 anos, vai viver Morena, a mocinha de Salve Jorge, nova novela das 21h, escrita por Gloria Perez. "Estou de coração aberto para o desafio. Medo eu tenho, mas tem um mundo ali na frente e vou me jogar", afirma a atriz.

Apesar da responsabilidade, Nanda está radiante com a oportunidade. A atriz conta que a escalação foi uma surpresa e confessa que achou que o telefonema da própria autora era um trote. Nanda destaca a personalidade de Morena como um dos maiores atrativos da personagem. "Fiquei superfeliz. Ainda mais ser mocinha do jeito que é a Morena, com uma megapersonalidade, com atitude, guerreira, focada, determinada, ela é doce, mas ao mesmo tempo é explosiva, tem muitas nuances", explica a atriz, que está em sua quarta novela. "A Morena é íntegra, de uma verdade, muito humana, bom caráter. Ela é muito real, existem muitas Morenas", afirma Nanda, sem esconder a admiração pela personagem criada pela autora.

Nanda não poupa elogios aos colegas de cena, Dira Paes e Luis Felipe Mello - Lucima e Junior, respectivamente, que serão sua mãe e seu filho na trama; à direção, Marcos Schechtman e Fred Mayrink, e a toda a equipe pelo carinho que vem recebendo. "Minha primeira protagonista, um desafio imenso para mim, mas estou sendo muito bem recebida, por todo mundo. O cuidado do figurino, da caracterização, isso vai te fortalecendo, vai te dando mais segurança. Estou muito bem amparada e protegida por São Jorge", diz.

O lado guerreira de Morena é um ponto em comum com a atriz, que saiu da casa da mãe em Paraty aos 14 anos para estudar em São Paulo. Além de lidar com a mudança de cidade e de estilo de vida, Nanda passou por diversos desafios, inclusive a perda da tia com quem morava. Com 15 anos, sozinha em São Paulo, ela só podia voltar para Paraty. Mas conseguiu convencer a mãe e foi morar em um pensionato de freiras, só assim para dar continuidades aos estudos e aos cursos de teatro e TV. "Eu sempre tive muito foco e determinação, eu sabia que eu podia ter escolhido o caminho errado, claro que eu tive muita educação, mas eu sabia que qualquer vacilo meu, eu podia não realizar o meu sonho ou adiar. As coisas chegam na hora certa quando se prepara e está focado, tem que esperar um milagre sim", conta a atriz, que fez sua estreia na TV na novela Cobras & Lagartos, depois de participar do curso do diretor Wolf Maya.

Para Nanda, ser protagonista não muda seu jeito de trabalhar e garante que está preparada para a repercussão da personagem. "Com certeza vou dar o melhor de mim, o que eu puder fazer para contar essa história de forma verdadeira e digna possível. Eu acho que estou preparada para o que vier de bom ou de ruim. Eu não penso que sou a protagonista, se não eu vou pirar, vou tomar com uma responsabilidade que não vai me ajudar em nada, penso que eu tenho que estar bem, dormir, chegar com o texto preparado, estudar as possibilidades de fazer a cena para quando o diretor pedir, eu ter o que oferecer", afirma a atriz.