'Histórias de Flavinha' está em cartaz no Museu da Gente Sergipana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/04/2018 às 07:06:00

 

Todos os sábados o Museu da Gente Sergipana transforma o átrio em palco para receber espetáculos infantis e infantojuvenis. Essa já é terceira edição do Projeto Teatro no Museu e mais uma vez a boneca Flavinha conta suas divertidas histórias ao público. Desde o dia 24 de março, esse espetáculo de contação de histórias, conduzido pelo contador Luciano Góis e com sonoplastia de Paulinho Araújo, está em cartaz no museu. As apresentações seguem até o dia 05 de maio.
'Histórias de Flavinha' tem como principal personagem uma boneca de espuma que através de um diálogo espontâneo interage com o seu manipulador, convidando o público a participar da narrativa. Entre diálogos e efeitos sonoros, 'Histórias de Flavinha' leva até a plateia uma sequência de contos populares e de experiências próprias, despertando a imaginação e a sensibilidade de crianças e adultos.
A edição 2018 do Teatro no Museu segue até dezembro, sempre aos sábados, às 16h, no átrio do museu, trazendo uma diversidade de manifestações das artes cênicas e de abordagens temáticas. Ainda farão parte dessa edição os espetáculos 'Brincando no escuro', da Então Cia. de Arte; 'Faz de Conta', da Cia. Ponto de Teatro; 'Quando dois palhaços se encontram', de Tatá Lima; 'O Corcunda de Notre Dame', da Cia Tetê Nahas Cia. de Artes.
 
Teatro no Museu - O objetivo do Teatro no Museu é abrir espaço para projetos de artes cênicas direcionados a crianças, adolescentes e toda família, fomentar a produção artística local e a formação de plateia. A iniciativa é do Instituto Banese, através do Museu da Gente Sergipana, em parceria com as Cias. de teatro. Toda a renda arrecadada com os ingressos é do próprio grupo de teatro e dos artistas.

Todos os sábados o Museu da Gente Sergipana transforma o átrio em palco para receber espetáculos infantis e infantojuvenis. Essa já é terceira edição do Projeto Teatro no Museu e mais uma vez a boneca Flavinha conta suas divertidas histórias ao público. Desde o dia 24 de março, esse espetáculo de contação de histórias, conduzido pelo contador Luciano Góis e com sonoplastia de Paulinho Araújo, está em cartaz no museu. As apresentações seguem até o dia 05 de maio.
'Histórias de Flavinha' tem como principal personagem uma boneca de espuma que através de um diálogo espontâneo interage com o seu manipulador, convidando o público a participar da narrativa. Entre diálogos e efeitos sonoros, 'Histórias de Flavinha' leva até a plateia uma sequência de contos populares e de experiências próprias, despertando a imaginação e a sensibilidade de crianças e adultos.
A edição 2018 do Teatro no Museu segue até dezembro, sempre aos sábados, às 16h, no átrio do museu, trazendo uma diversidade de manifestações das artes cênicas e de abordagens temáticas. Ainda farão parte dessa edição os espetáculos 'Brincando no escuro', da Então Cia. de Arte; 'Faz de Conta', da Cia. Ponto de Teatro; 'Quando dois palhaços se encontram', de Tatá Lima; 'O Corcunda de Notre Dame', da Cia Tetê Nahas Cia. de Artes. Teatro no Museu - O objetivo do Teatro no Museu é abrir espaço para projetos de artes cênicas direcionados a crianças, adolescentes e toda família, fomentar a produção artística local e a formação de plateia. A iniciativa é do Instituto Banese, através do Museu da Gente Sergipana, em parceria com as Cias. de teatro. Toda a renda arrecadada com os ingressos é do próprio grupo de teatro e dos artistas.