PM prende acusados de assalto em microônibus

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/04/2018 às 00:05:00

 

O Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati), da Polícia Militar, prendeu dois suspeitos de terem cometido assaltos a veículos de transporte coletivo, tendo o último deles ocorrido em 9 de março deste ano. Os militares realizavam patrulhamento ostensivo em ruas de Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju), com enfoque maior a abordagens a veículos de transporte coletivo e locais com grande fluxo de pessoas. Uma denúncia anônima apontou aos policiais que Lucas Andrade Couto, um dos acusados de terem assaltado um Coopertalse que fazia a linha Itabaiana/Aracaju, estaria em uma casa localizado na Rua N, Bairro América.
Com as informações recebidas, os militares se deslocaram até o local e encontraram o suspeito que não esboçou reação e, em conversa com os militares, findou colaborando com a ação policial informando onde o segundo acusado, Joilson da Silva Espírito Santo Filho, estaria.
Os policiais então foram até o local informado, no Conjunto Albano Franco, e encontraram o segundo suspeito que foi submetido a uma busca pessoal que culminou por encontrar um simulacro de arma de fogo de calibre .40 em sua cintura.Os indivíduos receberam voz de prisão e foram conduzidos à 1ª Delegacia Metropolitana 1ª DM), onde todas as demais medidas legais foram adotadas.

O Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati), da Polícia Militar, prendeu dois suspeitos de terem cometido assaltos a veículos de transporte coletivo, tendo o último deles ocorrido em 9 de março deste ano. Os militares realizavam patrulhamento ostensivo em ruas de Nossa Senhora do Socorro (Grande Aracaju), com enfoque maior a abordagens a veículos de transporte coletivo e locais com grande fluxo de pessoas. Uma denúncia anônima apontou aos policiais que Lucas Andrade Couto, um dos acusados de terem assaltado um Coopertalse que fazia a linha Itabaiana/Aracaju, estaria em uma casa localizado na Rua N, Bairro América.
Com as informações recebidas, os militares se deslocaram até o local e encontraram o suspeito que não esboçou reação e, em conversa com os militares, findou colaborando com a ação policial informando onde o segundo acusado, Joilson da Silva Espírito Santo Filho, estaria.
Os policiais então foram até o local informado, no Conjunto Albano Franco, e encontraram o segundo suspeito que foi submetido a uma busca pessoal que culminou por encontrar um simulacro de arma de fogo de calibre .40 em sua cintura.Os indivíduos receberam voz de prisão e foram conduzidos à 1ª Delegacia Metropolitana 1ª DM), onde todas as demais medidas legais foram adotadas.