Cabo leva três tiros após assalto em ônibus

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/04/2018 às 00:06:00

 

O cabo Rinaldo Horta, do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) foi baleado na noite desta sexta-feira na Avenida Tancredo Neves, bairro Veneza (zona oeste de Aracaju), dentro de um ônibus da linha Osvaldo Aranha/Conjunto Jardim. Segundo as primeiras informações, ele tentou impedir a ação de dois bandidos que roubavam o cobrador e os passageiros. O cabo entrou em luta corporal com um dos ladrões e foi baleado três vezes, sendo duas no braço direito e uma na altura do peito. 
Os criminosos fugiram levando a pistola da vítima, de calibre ponto 40, e não foram encontrados. O militar foi socorrido ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e passou por cirurgia. A assessoria da PM informou que ele continua internado, mas passa bem e não corre risco de morte. O próprio Horta gravou uma mensagem de áudio e tirou uma foto para mostrar a amigos e parentes que avisar que está bem e se recupera dos ferimentos.
À tarde, a SSP divulgou um vídeo que mostra o momento em que o cabo briga com um dos assaltantes e acaba ferido pelos tiros. Um dos marginais teve o rosto bem captado pela câmera de segurança. As investigações são coordenadas pela delegada Juliana Alcoforado, do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri). Informações e denúncias podem ser feitas por meio do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp - 190) e também pelo Disque Denúncia (181).

O cabo Rinaldo Horta, do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) foi baleado na noite desta sexta-feira na Avenida Tancredo Neves, bairro Veneza (zona oeste de Aracaju), dentro de um ônibus da linha Osvaldo Aranha/Conjunto Jardim. Segundo as primeiras informações, ele tentou impedir a ação de dois bandidos que roubavam o cobrador e os passageiros. O cabo entrou em luta corporal com um dos ladrões e foi baleado três vezes, sendo duas no braço direito e uma na altura do peito. 
Os criminosos fugiram levando a pistola da vítima, de calibre ponto 40, e não foram encontrados. O militar foi socorrido ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e passou por cirurgia. A assessoria da PM informou que ele continua internado, mas passa bem e não corre risco de morte. O próprio Horta gravou uma mensagem de áudio e tirou uma foto para mostrar a amigos e parentes que avisar que está bem e se recupera dos ferimentos.
À tarde, a SSP divulgou um vídeo que mostra o momento em que o cabo briga com um dos assaltantes e acaba ferido pelos tiros. Um dos marginais teve o rosto bem captado pela câmera de segurança. As investigações são coordenadas pela delegada Juliana Alcoforado, do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri). Informações e denúncias podem ser feitas por meio do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp - 190) e também pelo Disque Denúncia (181).