NAT inseriu 364 pessoas no mercado e capacitou 368 no primeiro trimestre

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/04/2018 às 06:19:00

 

O Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) encaminhou 1.608 pessoas para processos seletivos no mercado de trabalho de janeiro a março de 2018. Desses, 364 pessoas já estão efetivamente trabalhando. Vinculado à Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh), o NAT atua na captação de vagas e realiza a intermediação de mão de obra entre empregadores e candidatos, enquanto operador do Sistema Nacional de Emprego (SINE) em Sergipe.
Na avaliação de Sandra Magna Rezende, coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego da Seidh, os dados do primeiro trimestre de 2018 são satisfatórios. "A equipe do NAT realiza um grande trabalho de orientação com cada usuário. A confiança que as empresas têm conosco está cada dia mais fortalecida. Elas nos passam o quantitativo das vagas e fazemos toda a seleção bem criteriosa, atendendo as demandas e expectativas do perfil que é solicitado", explicou.
Para quem está desempregado e precisa da reinserção no mercado, é fácil fazer o cadastro no NAT. Em Aracaju, basta dirigir-se ao NAT Matriz, localizado na sede da Seidh (Rua Santa Luzia, 680, bairro São José), nas três unidades do Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC - RioMar, Rua do Turista ou Rodoviária Nova), ou no Espaço Zé Peixe (antigo Terminal Hidroviário - Centro). No interior, o NAT possui oito postos credenciados pelo Ministério do Trabalho,nos municípios de Itabaiana, Neópolis, Canindé do São Francisco, Lagarto, Estância, Boquim, Simão Dias e Nossa Senhora do Socorro.
 "Os profissionais do NAT nos recebem muito bem e nos orientam desde o momento do cadastro até as últimas etapas. Alguns amigos já recorreram ao serviço e saíram satisfeitos. Sempre acompanhamos as vagas pelos jornais, na televisão e pela internet", comentou o jovem Wesley Silva, que concorre a uma vaga no mercado de trabalho.

O Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) encaminhou 1.608 pessoas para processos seletivos no mercado de trabalho de janeiro a março de 2018. Desses, 364 pessoas já estão efetivamente trabalhando. Vinculado à Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh), o NAT atua na captação de vagas e realiza a intermediação de mão de obra entre empregadores e candidatos, enquanto operador do Sistema Nacional de Emprego (SINE) em Sergipe.
Na avaliação de Sandra Magna Rezende, coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego da Seidh, os dados do primeiro trimestre de 2018 são satisfatórios. "A equipe do NAT realiza um grande trabalho de orientação com cada usuário. A confiança que as empresas têm conosco está cada dia mais fortalecida. Elas nos passam o quantitativo das vagas e fazemos toda a seleção bem criteriosa, atendendo as demandas e expectativas do perfil que é solicitado", explicou.
Para quem está desempregado e precisa da reinserção no mercado, é fácil fazer o cadastro no NAT. Em Aracaju, basta dirigir-se ao NAT Matriz, localizado na sede da Seidh (Rua Santa Luzia, 680, bairro São José), nas três unidades do Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC - RioMar, Rua do Turista ou Rodoviária Nova), ou no Espaço Zé Peixe (antigo Terminal Hidroviário - Centro). No interior, o NAT possui oito postos credenciados pelo Ministério do Trabalho,nos municípios de Itabaiana, Neópolis, Canindé do São Francisco, Lagarto, Estância, Boquim, Simão Dias e Nossa Senhora do Socorro.
 "Os profissionais do NAT nos recebem muito bem e nos orientam desde o momento do cadastro até as últimas etapas. Alguns amigos já recorreram ao serviço e saíram satisfeitos. Sempre acompanhamos as vagas pelos jornais, na televisão e pela internet", comentou o jovem Wesley Silva, que concorre a uma vaga no mercado de trabalho.