Sergipe inicia preparativos para a decisão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Sergipe terá uma postura diferente na partida decisiva, sábado contra o Itabaiana
Sergipe terá uma postura diferente na partida decisiva, sábado contra o Itabaiana

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 11/04/2018 às 06:40:00

 

Givaldo Batista 
Givaldobs@yahoo.com.br
O atacante Nino Guer-
reiro artilheiro do 
Sergipe com cinco gols é um dos artilheiros da competição. Ele está atrás de Frontini, que tem seis gols, porém não joga mais. Então um golzinho contra o Itabaiana no último jogo coloca o centro avante rubro como co-artilheiro da competição. Mas para Nino o importante não é ser artilheiro. Ele troca a premiação e todas as homenagens de artilheiro, pelo título de campeão estadual.
- Nós trabalhamos em grupo. Somos uma equipe unida e para mim o mais importante é ser campeão estadual, um título a ser comemorado por todos. Mas se a vitória vir com um gol de Nino Guerreiro temos muito mais que comemorar, diz o artilheiro rubro.
Para a partida do próximo sábado, o Sergipe pode ser beneficiado com o empate resultado que lhe garante o título de campeão. "Mas não pense que o Sergipe vai se segurar nessa vantagem. Não vamos entrar em campo pensando em empate. O Sergipe será um Time com uma postura diferente. Será um time mais ofensivo. Sabemos que o Itabai9ana vem para cima e temos que ser uma equipe ofensiva. Não vamos nos segurar apenas na defesa. Se acontecer o empate será por uma consequência do jogo, mas vamos lutar pela vitória", garante Elias Borges.
No primeiro jogo, o time teve uma postura excessivamente defensiva, fugindo bastante de suas características ofensivas. Elias Borges optou por abrir mão da velocidade de Marquinhos do Sul e Diogo e investiu no jogo mais cadenciado. Correu alguns riscos por conta disso, foi pressionado, mas no fim das contas conseguiu o objetivo, que era não ser derrotado.
- Eu não posso aqui abrir o jogo sobre essa surpresa porque senão eu vou entregar o ouro ao meu adversário para a próxima partida. Mas é assim mesmo, a gente está aqui para estudar o adversário. Ali era a terceira partida e tínhamos perdido os dois primeiros jogos. Então nós tínhamos que tomar alguma providência - disse Elias Borges.

O atacante Nino Guer- reiro artilheiro do  Sergipe com cinco gols é um dos artilheiros da competição. Ele está atrás de Frontini, que tem seis gols, porém não joga mais. Então um golzinho contra o Itabaiana no último jogo coloca o centro avante rubro como co-artilheiro da competição. Mas para Nino o importante não é ser artilheiro. Ele troca a premiação e todas as homenagens de artilheiro, pelo título de campeão estadual.
- Nós trabalhamos em grupo. Somos uma equipe unida e para mim o mais importante é ser campeão estadual, um título a ser comemorado por todos. Mas se a vitória vir com um gol de Nino Guerreiro temos muito mais que comemorar, diz o artilheiro rubro.
Para a partida do próximo sábado, o Sergipe pode ser beneficiado com o empate resultado que lhe garante o título de campeão. "Mas não pense que o Sergipe vai se segurar nessa vantagem. Não vamos entrar em campo pensando em empate. O Sergipe será um Time com uma postura diferente. Será um time mais ofensivo. Sabemos que o Itabai9ana vem para cima e temos que ser uma equipe ofensiva. Não vamos nos segurar apenas na defesa. Se acontecer o empate será por uma consequência do jogo, mas vamos lutar pela vitória", garante Elias Borges.
No primeiro jogo, o time teve uma postura excessivamente defensiva, fugindo bastante de suas características ofensivas. Elias Borges optou por abrir mão da velocidade de Marquinhos do Sul e Diogo e investiu no jogo mais cadenciado. Correu alguns riscos por conta disso, foi pressionado, mas no fim das contas conseguiu o objetivo, que era não ser derrotado.
- Eu não posso aqui abrir o jogo sobre essa surpresa porque senão eu vou entregar o ouro ao meu adversário para a próxima partida. Mas é assim mesmo, a gente está aqui para estudar o adversário. Ali era a terceira partida e tínhamos perdido os dois primeiros jogos. Então nós tínhamos que tomar alguma providência - disse Elias Borges.