Escola de Árbitros Sérgio Corrêa realiza Jornada Técnica

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/04/2018 às 07:06:00

 

Visando a preparação para o Campeonato Sergipano Sub 16, que terá início em 28 de abril, a Escola de Arbitragem Sérgio Corrêa realizou nos dias 06 e 07 de abril a segunda jornada técnica, tendo como instrutor o experiente árbitro da FIFA/CBF, Wagner Rosa.
A jornada contou com aulas teóricas e práticas, englobando mecânica de arbitragem e o estágio prático no qual os alunos atuaram no campeonato das categorias de base da Secretaria Municipal de Juventude e do Esporte de Aracaju (SEJESP).
De acordo com o analista de campo da CBF, Ivaney Alves, o resulto foi altamente positivo. "A evolução técnica dos futuros árbitros foi comprovada ao final da jornada, o que já os tornam qualificados para estrearem em uma competição oficial da Federação Sergipana de Futebol, o que comprova a competência e seriedade com as quais a Escola de Arbitragem Sérgio Corrêa vem desenvolvendo suas ações", declara.
Ele acrescenta que o apoio da Federação Sergipana de Futebol é crucial para o bom desempenho das atividades. "O presidente Milton Dantas tem consciência que o papel desempenhado pela escola de arbitragem é salutar, uma vez que investimentos na qualidade da formação, dando suporte psicológico, nutricional, físico, técnico e pedagógico aos alunos, e, por isso, a FSF tem se mostrado uma grande parceira em nossas ações", enfatiza.

Visando a preparação para o Campeonato Sergipano Sub 16, que terá início em 28 de abril, a Escola de Arbitragem Sérgio Corrêa realizou nos dias 06 e 07 de abril a segunda jornada técnica, tendo como instrutor o experiente árbitro da FIFA/CBF, Wagner Rosa.
A jornada contou com aulas teóricas e práticas, englobando mecânica de arbitragem e o estágio prático no qual os alunos atuaram no campeonato das categorias de base da Secretaria Municipal de Juventude e do Esporte de Aracaju (SEJESP).
De acordo com o analista de campo da CBF, Ivaney Alves, o resulto foi altamente positivo. "A evolução técnica dos futuros árbitros foi comprovada ao final da jornada, o que já os tornam qualificados para estrearem em uma competição oficial da Federação Sergipana de Futebol, o que comprova a competência e seriedade com as quais a Escola de Arbitragem Sérgio Corrêa vem desenvolvendo suas ações", declara.
Ele acrescenta que o apoio da Federação Sergipana de Futebol é crucial para o bom desempenho das atividades. "O presidente Milton Dantas tem consciência que o papel desempenhado pela escola de arbitragem é salutar, uma vez que investimentos na qualidade da formação, dando suporte psicológico, nutricional, físico, técnico e pedagógico aos alunos, e, por isso, a FSF tem se mostrado uma grande parceira em nossas ações", enfatiza.