APELO DE CRISTINÁPOLIS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/04/2018 às 08:03:00

 

APELO DE CRISTINÁPOLIS
O diretor de Comunicação Social, da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública, do Estado de Sergipe/Feconseg, presidente do Conseg Cristinápolis, Raimundo Carlos, faz um apelo ao novo governador. Reivindica uma atenção especial a região sul, chamando a atenção para  Cristinápolis, uma cidade que divisa com o estado da Bahia, com 18 mil habitantes. Segundo ele, a cidade é muito vulnerável, o contingente policial militar é extremamente insuficiente para o clamor da população, com vários povoados desassistidos. O presidente da Feconseg Ailton Figueroa tem visitado o município, ano passado foi realizado o primeiro fórum permanente de prevenção à violência em Cristinápolis. Já se percebe sinais positivos, porém é impossível ter êxito com demandas tão grandes, contingente extremamente baixo, a população desassistida e descrente de segurança.

O diretor de Comunicação Social, da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública, do Estado de Sergipe/Feconseg, presidente do Conseg Cristinápolis, Raimundo Carlos, faz um apelo ao novo governador. Reivindica uma atenção especial a região sul, chamando a atenção para  Cristinápolis, uma cidade que divisa com o estado da Bahia, com 18 mil habitantes. Segundo ele, a cidade é muito vulnerável, o contingente policial militar é extremamente insuficiente para o clamor da população, com vários povoados desassistidos. O presidente da Feconseg Ailton Figueroa tem visitado o município, ano passado foi realizado o primeiro fórum permanente de prevenção à violência em Cristinápolis. Já se percebe sinais positivos, porém é impossível ter êxito com demandas tão grandes, contingente extremamente baixo, a população desassistida e descrente de segurança.