Chuvas provocam acidentes em rodovia

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/04/2018 às 08:16:00

 

Peritos da Polícia Rodoviária Federal investigam se o óleo espalhado no Km 87, no trecho da BR-101, próximo do acesso ao município de Nossa Senhora do Socorro, de fato foi responsável pela colisão envolvendo três veículos e a derrapagem de duas motos. O fato foi registrado na manhã de ontem e deixou duas pessoas feridas; uma com ferimentos leves, e a segunda com gravidade. Ambas receberam os primeiros socorros ainda no local, e em seguida foram encaminhados para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Os estudos iniciais levam a crer que o derramamento do produto na pista, atrelado ao tempo chuvoso, contribuíram para o acidente.
Ainda de acordo com a direção regional da PRF, é possível que algum automóvel com problemas mecânicos tenha provocado o derramamento em grande escala e involuntário de óleo na região. Na tentativa de minimizar os riscos de outros acidentes, um trabalho de retirada do líquido da pista foi iniciado logo após a chegada da corporação no local. Após a liberação da pista, equipes federais permaneceram na região orientando os motoristas e motociclistas a reduzirem a velocidade ao transitar pela zona vulnerável. No período da tarde o fluxo seguia dentro da normalidade sem nenhum registro de novas derrapagens.

Peritos da Polícia Rodoviária Federal investigam se o óleo espalhado no Km 87, no trecho da BR-101, próximo do acesso ao município de Nossa Senhora do Socorro, de fato foi responsável pela colisão envolvendo três veículos e a derrapagem de duas motos. O fato foi registrado na manhã de ontem e deixou duas pessoas feridas; uma com ferimentos leves, e a segunda com gravidade. Ambas receberam os primeiros socorros ainda no local, e em seguida foram encaminhados para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Os estudos iniciais levam a crer que o derramamento do produto na pista, atrelado ao tempo chuvoso, contribuíram para o acidente.
Ainda de acordo com a direção regional da PRF, é possível que algum automóvel com problemas mecânicos tenha provocado o derramamento em grande escala e involuntário de óleo na região. Na tentativa de minimizar os riscos de outros acidentes, um trabalho de retirada do líquido da pista foi iniciado logo após a chegada da corporação no local. Após a liberação da pista, equipes federais permaneceram na região orientando os motoristas e motociclistas a reduzirem a velocidade ao transitar pela zona vulnerável. No período da tarde o fluxo seguia dentro da normalidade sem nenhum registro de novas derrapagens.