Carol Dias revela que está em "clima de amor" com Mari Baianinha: "Era muita fofoca"

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/04/2018 às 23:02:00

 

A modelo e apresentadora Carol Dias, que lançou seu canal no YouTube há poucos meses e já possui mais de 200 mil inscritos, revela que está tudo bem entre ela e a também ex-Panicat Mari Baianinha.
"Não é que tivemos um problema, uma briga. Eram muitas histórias, mas cada uma seguiu sua vida. Ela tem os amigos dela eu tenho os meus. Nós conversamos porque tiveram vários mal-entendidos que tenho certeza que não aconteceram. Hoje mais do que nunca. Nós fizemos um curso de inteligência emocional, ela me chamou um dia e falou: "Pô Carol, desculpa qualquer coisa que eu tenha te chateado. Nessa mesma semana eu fiz o curso parecido com o dela e esse curso nos faz tirar essas angústias, esses mal-entendidos. Também fui pedir perdão para ela porque também teve muita coisa que foi fofoca, que foi mentirosa e foi maldade, inveja das pessoas. Nós éramos muito amigas quando ela entrou e isso também atinge as pessoas", conta Carol Dias.

A modelo e apresentadora Carol Dias, que lançou seu canal no YouTube há poucos meses e já possui mais de 200 mil inscritos, revela que está tudo bem entre ela e a também ex-Panicat Mari Baianinha.
"Não é que tivemos um problema, uma briga. Eram muitas histórias, mas cada uma seguiu sua vida. Ela tem os amigos dela eu tenho os meus. Nós conversamos porque tiveram vários mal-entendidos que tenho certeza que não aconteceram. Hoje mais do que nunca. Nós fizemos um curso de inteligência emocional, ela me chamou um dia e falou: "Pô Carol, desculpa qualquer coisa que eu tenha te chateado. Nessa mesma semana eu fiz o curso parecido com o dela e esse curso nos faz tirar essas angústias, esses mal-entendidos. Também fui pedir perdão para ela porque também teve muita coisa que foi fofoca, que foi mentirosa e foi maldade, inveja das pessoas. Nós éramos muito amigas quando ela entrou e isso também atinge as pessoas", conta Carol Dias.