Sertanejos continuam sem água

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 17/04/2018 às 23:35:00

 

Milhares de consumidores residentes nas cidades sergipanas de Porto da Folha, Monte Alegre, Poço Redondo e Nossa Senhora da Glória, começam a perceber em caráter gradativo o restabelecimento do fornecimento de água, promovido pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). A escassez do produto nos últimos dois dias ocorreu em consequência do rompimento de uma adutora no município de Porto da Folha. Desde a manhã da última segunda-feira (16), quando o problema foi identificado, profissionais da companhia trabalham na perspectiva de soluciona-lo com brevidade. Parte dos quatro municípios começaram a identificar o processo de normalização do serviço na noite de ontem.
Essa é a segunda vez em menos de 15 dias que o problema atinge a região. No último dia 10, além da zona rural do município de Porto da Folha, moradores das cidades de Poço Redondo, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, São Miguel do Aleixo, Nossa Senhora Aparecida, Frei Paulo, Pedra Mole, Pinhão e Carira também sofrem com o desabastecimento. De acordo com a Assessoria de Comunicação do órgão, durante este período de manutenção, o Governo do Estado tem fornecido apoio operacional com prioridade para creches, hospitais, asilos e demais entidades apontadas como de ampla vulnerabilidade. Unidades escolares e postos de saúde também se enquadram neste grupo.
Já no início do mês de março, todos os bairros pertencentes à Zona de Expansão, em Aracaju, ficaram com o abastecimento de água comprometido por mais de 24 horas. Em virtude da recorrência dessas interrupções, o Jornal do Dia mostrou também na primeira quinzena de março, a reclamação de contribuintes que rejeitam o reajuste de 7,99% no valor do serviço. De acordo com a companhia, os trabalhos de manutenção estão sendo promovidos, mas em casos de emergência e/ou comunicado sobre novos problemas, é preciso que os contribuinte entrem em contado através do telefone 08000790195. A Deso não informou quando o relatório apontando os motivos do rompimento será apresentado.

Milhares de consumidores residentes nas cidades sergipanas de Porto da Folha, Monte Alegre, Poço Redondo e Nossa Senhora da Glória, começam a perceber em caráter gradativo o restabelecimento do fornecimento de água, promovido pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). A escassez do produto nos últimos dois dias ocorreu em consequência do rompimento de uma adutora no município de Porto da Folha. Desde a manhã da última segunda-feira (16), quando o problema foi identificado, profissionais da companhia trabalham na perspectiva de soluciona-lo com brevidade. Parte dos quatro municípios começaram a identificar o processo de normalização do serviço na noite de ontem.
Essa é a segunda vez em menos de 15 dias que o problema atinge a região. No último dia 10, além da zona rural do município de Porto da Folha, moradores das cidades de Poço Redondo, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, São Miguel do Aleixo, Nossa Senhora Aparecida, Frei Paulo, Pedra Mole, Pinhão e Carira também sofrem com o desabastecimento. De acordo com a Assessoria de Comunicação do órgão, durante este período de manutenção, o Governo do Estado tem fornecido apoio operacional com prioridade para creches, hospitais, asilos e demais entidades apontadas como de ampla vulnerabilidade. Unidades escolares e postos de saúde também se enquadram neste grupo.
Já no início do mês de março, todos os bairros pertencentes à Zona de Expansão, em Aracaju, ficaram com o abastecimento de água comprometido por mais de 24 horas. Em virtude da recorrência dessas interrupções, o Jornal do Dia mostrou também na primeira quinzena de março, a reclamação de contribuintes que rejeitam o reajuste de 7,99% no valor do serviço. De acordo com a companhia, os trabalhos de manutenção estão sendo promovidos, mas em casos de emergência e/ou comunicado sobre novos problemas, é preciso que os contribuinte entrem em contado através do telefone 08000790195. A Deso não informou quando o relatório apontando os motivos do rompimento será apresentado.