INSS não sabe quando volta a atender na Ivo do Prado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 25/04/2018 às 23:14:00

 

Sem previsão para reiniciar os atendimentos na unidade localizada na Avenida Ivo do Prado, em Aracaju, a direção regional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que todos os procedimentos antes realizados pela unidade central da capital sergipana foram demandados para a Agência da Previdência Social do bairro Siqueira Campos. A mudança emergencial se fez necessário em virtude do desabamento parcial do teto, que, segundo a Defesa Civil Estadual, pode resultar em novos colapsos de pequeno, ou médio porte, caso uma reforma não seja realizada. Uma empresa especializada no reparo já está trabalhando no espaço.
Conforme estimativa do órgão federal, a perspectiva é que o serviço seja concluído até a próxima semana quando os peritos da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros Militar retornam ao local para analisar se o espaço segue oferecendo riscos aos contribuintes que buscam auxílio. Na tentativa de minimizar os contratempos gerados aos beneficiados, a direção do Sindicato dos Trabalahdores em Saúde, Trabalho e Previdência Social em Sergipe (Sindiprev/SE), informou que tem acompanhado o plano de atendimento que foi traçado para este período de reparos. Existe ainda gestores sindicais acompanhando o andamento da reforma.
"Sabemos que trata-se de uma ação necessária, quando pensamos em garantir a integridade física de todos. O desabamento do teto, logo que foi constatado, também recebeu atenção instantânea e estamos acompanhando cada passo para que o local reinicie rapidamente os serviços. Também torcemos para que todo esse transtorno seja concluído com sucesso no início da próxima quinzena de maio", declarou o coordenador geral do Sindprev Sergipe, Joaquim Antônio Ferreira. O Instituto não informou quantas pessoas necessitaram pleitear o atendimento na unidade Siqueira Campos.

Sem previsão para reiniciar os atendimentos na unidade localizada na Avenida Ivo do Prado, em Aracaju, a direção regional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que todos os procedimentos antes realizados pela unidade central da capital sergipana foram demandados para a Agência da Previdência Social do bairro Siqueira Campos. A mudança emergencial se fez necessário em virtude do desabamento parcial do teto, que, segundo a Defesa Civil Estadual, pode resultar em novos colapsos de pequeno, ou médio porte, caso uma reforma não seja realizada. Uma empresa especializada no reparo já está trabalhando no espaço.
Conforme estimativa do órgão federal, a perspectiva é que o serviço seja concluído até a próxima semana quando os peritos da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros Militar retornam ao local para analisar se o espaço segue oferecendo riscos aos contribuintes que buscam auxílio. Na tentativa de minimizar os contratempos gerados aos beneficiados, a direção do Sindicato dos Trabalahdores em Saúde, Trabalho e Previdência Social em Sergipe (Sindiprev/SE), informou que tem acompanhado o plano de atendimento que foi traçado para este período de reparos. Existe ainda gestores sindicais acompanhando o andamento da reforma.
"Sabemos que trata-se de uma ação necessária, quando pensamos em garantir a integridade física de todos. O desabamento do teto, logo que foi constatado, também recebeu atenção instantânea e estamos acompanhando cada passo para que o local reinicie rapidamente os serviços. Também torcemos para que todo esse transtorno seja concluído com sucesso no início da próxima quinzena de maio", declarou o coordenador geral do Sindprev Sergipe, Joaquim Antônio Ferreira. O Instituto não informou quantas pessoas necessitaram pleitear o atendimento na unidade Siqueira Campos.