PSB não vai tolerar "Pesquisas Fakes", diz presidente

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 25/04/2018 às 23:17:00

 

Diante de uma pesquisa eleitoral para o pleito de 2018 divulgada ontem, o vereador Elber Batalha (PSB) disse que vai solicitar oficialmente ao Tribunal Regional Eleitoral (TER), enquanto presidente do PSB, a cópia da pesquisa do Dataplan para análise.
"É uma pesquisa que ao nosso ver causa estranheza e nós temos uma grande preocupação para que isso não deflagre a temporada das 'pesquisas fakes', que visam confundir o eleitorado e causar uma confusão na ideia de quem tem a percepção de fora, a exemplo que a Justiça Eleitoral e a sociedade têm repudiado em relação aos 'fake news' que causam tão mal a sociedade. O PSB será firme no rigor da fiscalização dessas pesquisas "duvidosas" que começam a ser divulgadas para que ninguém mais se proponha a fazer estes tipos de pesquisas", explicou.
De acordo com o parlamentar, que mesmo tendo aparecido positivamente, disse que a pesquisa é de causar estranheza. Segundo Elber, das 19 perguntas da pesquisa, 11 são relativas ao ex-prefeito Sukita e ao pretenso candidato a deputado estadual que ele apoiará. "Na pesquisa as perguntas foram direcionadas se a pessoa votaria nele, se o achava 'bonito', se votaria em indicados dele, num total de 11 das 19 perguntas que foram direcionadas desta forma", alertou.
Outra ponto que chamou atenção do vereador é em relação ao peso das regiões e o índice de rejeição dos candidatos ao Senado Federal. "O peso das regiões não são dados. Para o deputado Valadares Filho, das 100 pessoas na região metropolitana de Aracaju, 75 disseram votar nele. Mas, quando se coloca no peso do Estado, a grande Aracaju que representa 40% do eleitorado, é dado peso 1. E o resultado da pesquisa fica totalmente desvirtuado. Não é colocado nessa pesquisa a rejeição dos candidatos ao Senado, que é um dado importantíssimo, sobretudo numa eleição de 2 votos", questionou.

Diante de uma pesquisa eleitoral para o pleito de 2018 divulgada ontem, o vereador Elber Batalha (PSB) disse que vai solicitar oficialmente ao Tribunal Regional Eleitoral (TER), enquanto presidente do PSB, a cópia da pesquisa do Dataplan para análise.
"É uma pesquisa que ao nosso ver causa estranheza e nós temos uma grande preocupação para que isso não deflagre a temporada das 'pesquisas fakes', que visam confundir o eleitorado e causar uma confusão na ideia de quem tem a percepção de fora, a exemplo que a Justiça Eleitoral e a sociedade têm repudiado em relação aos 'fake news' que causam tão mal a sociedade. O PSB será firme no rigor da fiscalização dessas pesquisas "duvidosas" que começam a ser divulgadas para que ninguém mais se proponha a fazer estes tipos de pesquisas", explicou.
De acordo com o parlamentar, que mesmo tendo aparecido positivamente, disse que a pesquisa é de causar estranheza. Segundo Elber, das 19 perguntas da pesquisa, 11 são relativas ao ex-prefeito Sukita e ao pretenso candidato a deputado estadual que ele apoiará. "Na pesquisa as perguntas foram direcionadas se a pessoa votaria nele, se o achava 'bonito', se votaria em indicados dele, num total de 11 das 19 perguntas que foram direcionadas desta forma", alertou.
Outra ponto que chamou atenção do vereador é em relação ao peso das regiões e o índice de rejeição dos candidatos ao Senado Federal. "O peso das regiões não são dados. Para o deputado Valadares Filho, das 100 pessoas na região metropolitana de Aracaju, 75 disseram votar nele. Mas, quando se coloca no peso do Estado, a grande Aracaju que representa 40% do eleitorado, é dado peso 1. E o resultado da pesquisa fica totalmente desvirtuado. Não é colocado nessa pesquisa a rejeição dos candidatos ao Senado, que é um dado importantíssimo, sobretudo numa eleição de 2 votos", questionou.