Festival de Artes Cênicas encerra neste final de semana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/04/2018 às 22:46:00

 

Após um mês intenso, com espetáculos para todos os gostos e estilos o IV Festival Sergipano de Artes Cênicas se despede da população neste domingo, dia 29 de abril. O último final de semana contará com grandes apresentações, que irão deixar um sentimento de nostalgia e expectativa para a quinta edição do evento.
Hoje é a vez da esperada Maratona de Dana invadir o Teatro Tobias Barreto, a partir das 16h. Por lá, mais de 10 companhias de dança participam e mostram o trabalho realizado ao longo do ano. A noite, a Concha Acústica do Centro de Criatividade recebe o espetáculo " Anauê", da Ginká- Coletivo Afro Contemporâneo de Sergipe.
O Festival encerra no domingo, dia 29, com mais uma performance do bailarino Fernando Davidovitsch, com o espetáculo "A dúvida que duvida que divida a dívida da vida", a partir das 20h, nas salas de dança e de passagem do Teatro Tobias Barreto.
"Foi uma temporada linda, cheia de espetáculos interessantes e com sucesso de público. Temos certeza que cumprimos nosso papel de fomentador das artes cênicas com a realização de mais uma edição desse Festival", frisa o superintendente executivo da Secult, Irineu Fontes.

Após um mês intenso, com espetáculos para todos os gostos e estilos o IV Festival Sergipano de Artes Cênicas se despede da população neste domingo, dia 29 de abril. O último final de semana contará com grandes apresentações, que irão deixar um sentimento de nostalgia e expectativa para a quinta edição do evento.
Hoje é a vez da esperada Maratona de Dana invadir o Teatro Tobias Barreto, a partir das 16h. Por lá, mais de 10 companhias de dança participam e mostram o trabalho realizado ao longo do ano. A noite, a Concha Acústica do Centro de Criatividade recebe o espetáculo " Anauê", da Ginká- Coletivo Afro Contemporâneo de Sergipe.
O Festival encerra no domingo, dia 29, com mais uma performance do bailarino Fernando Davidovitsch, com o espetáculo "A dúvida que duvida que divida a dívida da vida", a partir das 20h, nas salas de dança e de passagem do Teatro Tobias Barreto.
"Foi uma temporada linda, cheia de espetáculos interessantes e com sucesso de público. Temos certeza que cumprimos nosso papel de fomentador das artes cênicas com a realização de mais uma edição desse Festival", frisa o superintendente executivo da Secult, Irineu Fontes.