Grupo Brasileiríssimo comanda a 4ª edição do Quinta Instrumental

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/05/2018 às 05:45:00

 

Com um ar intimista e encantador, o teatro João Costa, no Centro Cultural de Aracaju, é palco do projeto Quinta Instrumental, promovido pela Prefeitura de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju). Quem comanda a 4ª edição do evento, marcada para o próximo dia 3 de maio, às 20h, é o grupo sergipano Brasileiríssimo.
Para esta edição, o grupo levará a música popular brasileira, através da sonoridade do Choro, resgatando antigos sucessos dos grandes compositores deste gênero. "O público vai acompanhar um show divertido, que vai misturar no repertório as músicas clássicas do Choro com músicas autorais, fazendo um verdadeiro tributo aos compositores deste gênero tipicamente brasileiro", afirma o instrumentista, Batata do Cavaquinho.
Segundo Batata do Cavaquinho, o projeto Quinta Instrumental é um espaço que fomenta o cenário musical sergipano e valoriza o trabalho desenvolvido pelos instrumentistas. "É uma honra participar do Quinta Instrumental, projeto que já é referência. Prova disso é a continuidade do sucesso nesta segunda temporada. A Funcaju está de parabéns, pois precisávamos de um projeto que contemplasse essa área da música", destaca.
Criado em 2012, o grupo Brasileiríssimo surgiu com a proposta de resgatar o tradicional gênero musical urbano brasileiro, o Choro, através  de  um  repertório  que abriga os  grandes  compositores  do  gênero,  tal  como  shows  temáticos, a exemplo do Tributo  a  Chiquinha  Gonzaga e Tributo  a  Pixinguinha.  A meta do grupo é expandir  a  música produzida em Sergipe para o Brasil e para o mundo.
Quinta Instrumental - Desenvolvido através do planejamento estratégico realizado pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), o Quinta Instrumental nasceu com o propósito de ocupar o centro histórico da capital sergipana com as diversas linguagens das artes. 
O Quinta Instrumental é aberto ao público e acontece sempre às quintas-feiras. "O primeiro ciclo do projeto na temporada 2018 iniciou no mês de abril e segue durante este mês de maio. No total, serão sete apresentações e todas acontecem no teatro João Costa, com entrada gratuita", conclui Nino Karvan.

Com um ar intimista e encantador, o teatro João Costa, no Centro Cultural de Aracaju, é palco do projeto Quinta Instrumental, promovido pela Prefeitura de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju). Quem comanda a 4ª edição do evento, marcada para o próximo dia 3 de maio, às 20h, é o grupo sergipano Brasileiríssimo.
Para esta edição, o grupo levará a música popular brasileira, através da sonoridade do Choro, resgatando antigos sucessos dos grandes compositores deste gênero. "O público vai acompanhar um show divertido, que vai misturar no repertório as músicas clássicas do Choro com músicas autorais, fazendo um verdadeiro tributo aos compositores deste gênero tipicamente brasileiro", afirma o instrumentista, Batata do Cavaquinho.
Segundo Batata do Cavaquinho, o projeto Quinta Instrumental é um espaço que fomenta o cenário musical sergipano e valoriza o trabalho desenvolvido pelos instrumentistas. "É uma honra participar do Quinta Instrumental, projeto que já é referência. Prova disso é a continuidade do sucesso nesta segunda temporada. A Funcaju está de parabéns, pois precisávamos de um projeto que contemplasse essa área da música", destaca.
Criado em 2012, o grupo Brasileiríssimo surgiu com a proposta de resgatar o tradicional gênero musical urbano brasileiro, o Choro, através  de  um  repertório  que abriga os  grandes  compositores  do  gênero,  tal  como  shows  temáticos, a exemplo do Tributo  a  Chiquinha  Gonzaga e Tributo  a  Pixinguinha.  A meta do grupo é expandir  a  música produzida em Sergipe para o Brasil e para o mundo.
Quinta Instrumental - Desenvolvido através do planejamento estratégico realizado pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), o Quinta Instrumental nasceu com o propósito de ocupar o centro histórico da capital sergipana com as diversas linguagens das artes. 
O Quinta Instrumental é aberto ao público e acontece sempre às quintas-feiras. "O primeiro ciclo do projeto na temporada 2018 iniciou no mês de abril e segue durante este mês de maio. No total, serão sete apresentações e todas acontecem no teatro João Costa, com entrada gratuita", conclui Nino Karvan.