Mais de 1 mil sergipanos deixaram de declarar IR

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/05/2018 às 06:04:00

 

Mais de mil sergipanos perderam o prazo legal para a prestação de contas com a Receita Federal. Conforme estatísticas apresentadas pelo órgão fiscalizador, pouco mais de 208.500 contribuintes deveriam acertar as contas com o leão até a noite da última segunda-feira, 30, mas apenas duzentos e sete mil respeitaram a data limite. De acordo com o supervisor do imposto de renda em Sergipe, Nilson Lima, apesar de muitos trabalhadores terem perdido o prazo, esse número representa mais de 99,95% das declarações devidamente respeitadas. Em termos proporcionais, esses números são suficientes para posicionar o Estado como um dos mais adimplente do país.
A perspectiva da Receita Federal em Sergipe era de registrar a declaração de todos os contribuintes presentes no cronograma administrativo do órgão. "Quase a meta foi atingida. Acreditamos que se porventura tivéssemos mais uma ou duas horas de Sistema disponível, talvez conseguíssemos atingir a totalidade", declarou Nilson. Em proporções nacionais, a Receita informou ter recebido 29.269.987 declarações do Imposto de Renda ; a expectativa do país era receber 28,8 milhões de declarações neste ano. Desse total, ainda de acordo com o Fisco, 317.920 declarações foram enviadas por dispositivos móveis.
Conforme previsto pelo sistema, anualmente aquele cidadão que deixa de declarar dentro do prazo estabelecido terá que baixar o programa da Receita Federal e mandar a declaração do Imposto de Renda. É recomendável que o contribuinte acerte as contas o quanto antes para pagar uma multa menor. Assim que emitir a declaração, o contribuinte receberá a "notificação de lançamento de multa" e a Darf da multa. O contribuinte terá 30 dias para pagar a multa e regularizar sua situação. Essa multa está orçada em no mínimo R$ 165,74, e no máximo 20% do imposto devido. Quem não tem imposto a pagar terá R$ 165,74 descontados da sua restituição.

Mais de mil sergipanos perderam o prazo legal para a prestação de contas com a Receita Federal. Conforme estatísticas apresentadas pelo órgão fiscalizador, pouco mais de 208.500 contribuintes deveriam acertar as contas com o leão até a noite da última segunda-feira, 30, mas apenas duzentos e sete mil respeitaram a data limite. De acordo com o supervisor do imposto de renda em Sergipe, Nilson Lima, apesar de muitos trabalhadores terem perdido o prazo, esse número representa mais de 99,95% das declarações devidamente respeitadas. Em termos proporcionais, esses números são suficientes para posicionar o Estado como um dos mais adimplente do país.
A perspectiva da Receita Federal em Sergipe era de registrar a declaração de todos os contribuintes presentes no cronograma administrativo do órgão. "Quase a meta foi atingida. Acreditamos que se porventura tivéssemos mais uma ou duas horas de Sistema disponível, talvez conseguíssemos atingir a totalidade", declarou Nilson. Em proporções nacionais, a Receita informou ter recebido 29.269.987 declarações do Imposto de Renda ; a expectativa do país era receber 28,8 milhões de declarações neste ano. Desse total, ainda de acordo com o Fisco, 317.920 declarações foram enviadas por dispositivos móveis.
Conforme previsto pelo sistema, anualmente aquele cidadão que deixa de declarar dentro do prazo estabelecido terá que baixar o programa da Receita Federal e mandar a declaração do Imposto de Renda. É recomendável que o contribuinte acerte as contas o quanto antes para pagar uma multa menor. Assim que emitir a declaração, o contribuinte receberá a "notificação de lançamento de multa" e a Darf da multa. O contribuinte terá 30 dias para pagar a multa e regularizar sua situação. Essa multa está orçada em no mínimo R$ 165,74, e no máximo 20% do imposto devido. Quem não tem imposto a pagar terá R$ 165,74 descontados da sua restituição.