Gilmar cobra do governo solução para os reformados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/05/2018 às 05:57:00

 

Em pronunciamento feito na manhã desta quinta-feira, o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) cobrou do governo do Estado reflexão sobre a situação dos reformados militares.
Com a implementação da Lei do Subsídio, policiais e bombeiros militares reformados reclamam queda na patente e perda de direitos.
Gilmar citou o caso de um PM que foi para a resrva em 1996: "ele me disse que foi para a reserva com o benefício do posto imediatamente superior e, ao ver seu contracheque deste mês, percebeu que voltou à patente que tinha antes da reforma".
"Meu WhatsApp não para com mensagens de indignação e até mesmo de desespero, revolta dos militares", alertou Gilmar.
"É esse o presente que o governo dá a quem tantos serviços prestou à segurança pública?", perguntou o deputado.
Gilmar cobrou do governo uma reflexão e a solução dos problemas criados contra os reformados.

Em pronunciamento feito na manhã desta quinta-feira, o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) cobrou do governo do Estado reflexão sobre a situação dos reformados militares.
Com a implementação da Lei do Subsídio, policiais e bombeiros militares reformados reclamam queda na patente e perda de direitos.
Gilmar citou o caso de um PM que foi para a resrva em 1996: "ele me disse que foi para a reserva com o benefício do posto imediatamente superior e, ao ver seu contracheque deste mês, percebeu que voltou à patente que tinha antes da reforma".
"Meu WhatsApp não para com mensagens de indignação e até mesmo de desespero, revolta dos militares", alertou Gilmar."É esse o presente que o governo dá a quem tantos serviços prestou à segurança pública?", perguntou o deputado.
Gilmar cobrou do governo uma reflexão e a solução dos problemas criados contra os reformados.