Assistência realiza programação pelo enfrentamento à violência sexual de crianças adolescentes

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/05/2018 às 00:40:00

 

Até o dia 30 de maio, a Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social, realizará uma grande programação com atividades voltadas ao enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes, com o objetivo de mobilizar a população aracajuana e dar destaque ao 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
 Para conscientizar a sociedade sobre a necessidade da discussão do tema e firmar parcerias no combate aos crimes, a grade de atividades será composta por palestras, oficinas, exibição de filmes, abordagens sociais, panfletagens e outras ações socioeducativas, que acontecerão em diversos locais da capital sergipana.
 
O dia 18 de maio foi escolhido como forma de protesto após um crime hediondo, ocorrido em Vitória (ES). Na mesma data, em 1973, uma menina de oito anos foi sequestrada, violentada sexualmente e assassinada.
Com o intuito de garantir os direitos da criança e do adolescente, a Secretaria da Assistência, através de ações intersetoriais, levantará discutirá sobre o tema em forma de debates comunitários.

Até o dia 30 de maio, a Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social, realizará uma grande programação com atividades voltadas ao enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes, com o objetivo de mobilizar a população aracajuana e dar destaque ao 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
 Para conscientizar a sociedade sobre a necessidade da discussão do tema e firmar parcerias no combate aos crimes, a grade de atividades será composta por palestras, oficinas, exibição de filmes, abordagens sociais, panfletagens e outras ações socioeducativas, que acontecerão em diversos locais da capital sergipana. O dia 18 de maio foi escolhido como forma de protesto após um crime hediondo, ocorrido em Vitória (ES). Na mesma data, em 1973, uma menina de oito anos foi sequestrada, violentada sexualmente e assassinada.
Com o intuito de garantir os direitos da criança e do adolescente, a Secretaria da Assistência, através de ações intersetoriais, levantará discutirá sobre o tema em forma de debates comunitários.