Deputado popõe criação do programa CNH Social

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/05/2018 às 00:41:00

 

Usando a tribuna na sessão desta quarta-feira da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o deputado Gustinho Ribeiro (SD) fez seu pronunciamento anunciando sua indicação para a criação do programa CNH Social, que sugere ao Governo do Estado a implantação do projeto de concessão gratuita da carteira de motorista para pessoas de baixa renda.
"Estamos solicitando ao Governo do Estado um estudo e análise para implantar este programa. Nossa proposta é para criar oportunidades para pessoas de baixa renda que sonham em tirar a habilitação possam ter acesso a uma CNH de forma gratuita", explicou Gustinho.
"A gente tem acompanhado e tem percebido a dificuldade que as pessoas têm, do ponto de vista financeiro, para poder arcar com as taxas e despesas que hoje são exigidas e consigam a sua carteira de motorista", completou.
O parlamentar deu o exemplo de Pernambuco, Espírito Santo e Paraíba como unidades da federação que possuem programa semelhante e disse que o projeto pode ajudar milhares de pessoas a terem mais acesso ao mercado de trabalho.

Usando a tribuna na sessão desta quarta-feira da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o deputado Gustinho Ribeiro (SD) fez seu pronunciamento anunciando sua indicação para a criação do programa CNH Social, que sugere ao Governo do Estado a implantação do projeto de concessão gratuita da carteira de motorista para pessoas de baixa renda.
"Estamos solicitando ao Governo do Estado um estudo e análise para implantar este programa. Nossa proposta é para criar oportunidades para pessoas de baixa renda que sonham em tirar a habilitação possam ter acesso a uma CNH de forma gratuita", explicou Gustinho.
"A gente tem acompanhado e tem percebido a dificuldade que as pessoas têm, do ponto de vista financeiro, para poder arcar com as taxas e despesas que hoje são exigidas e consigam a sua carteira de motorista", completou.
O parlamentar deu o exemplo de Pernambuco, Espírito Santo e Paraíba como unidades da federação que possuem programa semelhante e disse que o projeto pode ajudar milhares de pessoas a terem mais acesso ao mercado de trabalho.