Feira São Criativos apresenta Nanã Trio

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/05/2018 às 04:42:00

 

As meninas do Nanã Trio conquistaram o público sancristovense durante o Festival de Artes de São Cristóvão, e a Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fundact) convidou o grupo para voltar e reapresentar o show 'À Flor da Pele: A Mulher na Obra de Chico Buarque'. Elas se apresentam a partir das 20h na Praça São Francisco, durante a Feira São Criativos, que começa às 16h deste sábado (12), em edição especial de homenagem ao Dia das Mães.
O projeto surgiu de uma paixão em comum pela fascinante obra de Chico Buarque, um dos maiores e mais produtivos compositores do Brasil. No esforço de delimitar um recorte para cantar sua vasta obra, Rebecca, Lygia e Gloria escolheram as mulheres que inspiraram o compositor, em canções que descrevem com perfeição sentimentos e desejos próprios da alma feminina. 
"Januárias, Carolinas, Ritas, Rosas, Genis, Joanas, Violeiras, Morenas de Angola, dos Olhos D'Água. Mulheres sonhadoras, sofredoras, aguerridas, empoderadas, submissas... Todas são representadas nesse repertório, cantado em histórias contadas em cerca de 2h de show", diz Rebecca Melo, uma das integrantes do grupo.
Com direção musical de Denisson Cleber (violões 6, 7 e 12 cordas) e arranjos vocais de Jeanine de Bona, 'À Flor da Pele' leva ao palco, além das meninas, o talento de grandes músicos, como Fábio Cavalieri (baixo acústico), Odílio Saminêz (percuteria), Lucas Campelo (sanfona, violão e piano) e Daniel Melo (flauta transversal).

As meninas do Nanã Trio conquistaram o público sancristovense durante o Festival de Artes de São Cristóvão, e a Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fundact) convidou o grupo para voltar e reapresentar o show 'À Flor da Pele: A Mulher na Obra de Chico Buarque'. Elas se apresentam a partir das 20h na Praça São Francisco, durante a Feira São Criativos, que começa às 16h deste sábado (12), em edição especial de homenagem ao Dia das Mães.
O projeto surgiu de uma paixão em comum pela fascinante obra de Chico Buarque, um dos maiores e mais produtivos compositores do Brasil. No esforço de delimitar um recorte para cantar sua vasta obra, Rebecca, Lygia e Gloria escolheram as mulheres que inspiraram o compositor, em canções que descrevem com perfeição sentimentos e desejos próprios da alma feminina. 
"Januárias, Carolinas, Ritas, Rosas, Genis, Joanas, Violeiras, Morenas de Angola, dos Olhos D'Água. Mulheres sonhadoras, sofredoras, aguerridas, empoderadas, submissas... Todas são representadas nesse repertório, cantado em histórias contadas em cerca de 2h de show", diz Rebecca Melo, uma das integrantes do grupo.
Com direção musical de Denisson Cleber (violões 6, 7 e 12 cordas) e arranjos vocais de Jeanine de Bona, 'À Flor da Pele' leva ao palco, além das meninas, o talento de grandes músicos, como Fábio Cavalieri (baixo acústico), Odílio Saminêz (percuteria), Lucas Campelo (sanfona, violão e piano) e Daniel Melo (flauta transversal).