Programa Criança Feliz em Sergipe será destaque em livro da Fundação Bernard van Leer

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/05/2018 às 00:14:00

Após ganhar destaque internacional do Financial Times na última semana, o Criança Feliz em Sergipe recebeu a visita da equipe da Fundação Bernard van Leer, que veio produzir uma reportagem sobre a atuação do Programa na promoção do desenvolvimento humano a partir do apoio e acompanhamento integral na primeira infância. As informações colhidas irão compor um capítulo de um livro elaborado pela Fundação. No Brasil, foram selecionados 13 estados, entre eles, Sergipe - pioneiro nacional na implantação do programa.

A equipe veio entrevistar o secretário de Estado da Inclusão e Assistência Social, José Carlos Felizola, e a coordenação estadual do programa, além de fazer visitas os municípios de Pacatuba e Itabaianinha. "Ficamos orgulhosos de estar recebendo mais uma equipe para registrar os bons frutos que estão sendo gerados a partir da semeadura responsável das equipes do Criança Feliz, sob a coordenação da Seidh. Se o nosso pequeno estado está despertando interesse em todo o país e até em organismos internacionais, é sinal de que estamos no caminho certo", pontuou.

A Fundação Bernard Van Leer é uma entidade privada holandesa que desenvolve e compartilha conhecimento de experiências que funcionam no desenvolvimento da primeira infância, e disponibiliza indicadores sobre as condições de vida de crianças em diferentes aspectos, como saúde, educação, uso da cidade, infraestrutura e planejamento urbano, consumo responsável, cultura, esporte, economia criativa e sustentável e equidade social. A fundação também fornece apoio financeiro e expertise para parceiros de governos, sociedade civil e privada para ajudar no teste e ampliação de serviços que efetivamente melhorem a vida de crianças pequenas e das suas famílias.
Em Sergipe, 67 municípios aderiram à proposta e já executam o Criança Feliz, totalizando o número de 8.114 famílias assistidas em todo o estado. As cidades visitadas pela fundação somam o total de 287 famílias beneficiadas, público que se divide entre gestantes e crianças de 0 a 3 anos do Programa Bolsa Família; e de 0 a 6 anos do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou afastadas do convívio familiar por medida protetiva. Os municípios que aderiram mais recentemente, Cumbe e Rosário do Catete, já deram início às atividades no último mês de abril.

A coordenadora Estadual do Programa Criança Feliz da Seidh, Izabel Almeida, considera a visita mais uma vitória para o estado de Sergipe. "Essa visita valoriza a evolução que o programa vem conseguindo. É perceptível o desenvolvimento do Criança Feliz e pudemos constatar isso no município de Pacatuba, onde a família de uma criança com microcefalia assistida pelo programa relatou o aumento da interação a partir dos estímulos. Isso nos alegra e faz com que as políticas públicas do programa se fortaleçam", afirmou.
A jornalista Andréa Peres é a responsável pela reportagem em Sergipe. Segundo ela, o objetivo é mostrar os resultados positivos do programa para que outros estados possam acessar a experiência sergipana. "Estamos aqui para mostrar as boas práticas de Sergipe e para que sirva de exemplo para outros estados e países, a fim de que possam desenvolver outras experiências exitosas, pois investindo na primeira infância, estamos investindo no futuro", disse.