Não existe risco de desabamento na ponte Godofredo Diniz, na Coroa do Meio

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
DURANTE O FINAL DE SEMANA, BOATOS NAS REDES SOCIAIS SOBRE PROBLEMAS ESTRUTURAIS NA PONTE DE ACESSO À COROA DO MEIO GERARAM PÂNICO. DEFESA CIVIL DIZ QUE PONTE É SEGURA
DURANTE O FINAL DE SEMANA, BOATOS NAS REDES SOCIAIS SOBRE PROBLEMAS ESTRUTURAIS NA PONTE DE ACESSO À COROA DO MEIO GERARAM PÂNICO. DEFESA CIVIL DIZ QUE PONTE É SEGURA

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/05/2018 às 05:14:00

 

Não corresponde com a verdade o boato que circulou na redes sociais nesta segunda-feira, 14, afirmando que a ponte Godofredo Diniz, localizada nas proximidades do Shopping RioMar, no bairro Coroa do Meio, corre risco de desabamento. A Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) e da Defesa Civil, realizou uma vistoria no local e constatou que não há risco de colapso.  
 Com o início da circulação da informação, uma equipe de engenheiros da Defesa Civil Municipal foi até o local realizar uma vistoria e constatou o mesmo diagnóstico de um estudo detalhado realizado em 2015, por um especialista da Universidade Federal de Sergipe. O resultado da análise afirma que a ponte precisa de recuperações, mas que, no momento, não há risco de colapso na estrutura. Os servidores municipais foram acompanhados de membros do Ministério Público de Sergipe, que apoia a Prefeitura no caso. 
 O presidente da Emurb, Sérgio Ferrari, ressalta a irresponsabilidade das pessoas que estão compartilhando essa informação, que levou à população ao pânico indevido, e nega qualquer situação de calamidade no local. "Desde 2015, a ponte passa por inspeções continuadamente e a Prefeitura tem feito estudos e buscado recursos para recuperá-la. Toda ponte é um elemento sujeito a trânsito e a ações agressivas, que precisa passar por manutenções normalmente. Assim como várias pontes da cidade, essa também precisa ser recuperada por estar em um ambiente agressivo, próximo ao mar e mangue, e sujeito a erosão. Apresenta desgaste, mas não existe nenhum risco de desabamento", garante.
 O coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Sílvio Prado, presente durante a vistoria realizada nesta manhã, corrigiu a informação falsa.  "Constatamos que nenhuma das patologias identificadas representam risco iminente de desabamento. A ponte apresenta alguns pontos de desgaste, que devem ser reparados para  que não evoluam, porém sem maiores danos a estrutura global. Mantemos a rotina de monitoramento às estruturas na capital, intensificando as ações preventivas", esclareceu.

Não corresponde com a verdade o boato que circulou na redes sociais nesta segunda-feira, 14, afirmando que a ponte Godofredo Diniz, localizada nas proximidades do Shopping RioMar, no bairro Coroa do Meio, corre risco de desabamento. A Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) e da Defesa Civil, realizou uma vistoria no local e constatou que não há risco de colapso.  
 Com o início da circulação da informação, uma equipe de engenheiros da Defesa Civil Municipal foi até o local realizar uma vistoria e constatou o mesmo diagnóstico de um estudo detalhado realizado em 2015, por um especialista da Universidade Federal de Sergipe. O resultado da análise afirma que a ponte precisa de recuperações, mas que, no momento, não há risco de colapso na estrutura. Os servidores municipais foram acompanhados de membros do Ministério Público de Sergipe, que apoia a Prefeitura no caso. 
 O presidente da Emurb, Sérgio Ferrari, ressalta a irresponsabilidade das pessoas que estão compartilhando essa informação, que levou à população ao pânico indevido, e nega qualquer situação de calamidade no local. "Desde 2015, a ponte passa por inspeções continuadamente e a Prefeitura tem feito estudos e buscado recursos para recuperá-la. Toda ponte é um elemento sujeito a trânsito e a ações agressivas, que precisa passar por manutenções normalmente. Assim como várias pontes da cidade, essa também precisa ser recuperada por estar em um ambiente agressivo, próximo ao mar e mangue, e sujeito a erosão. Apresenta desgaste, mas não existe nenhum risco de desabamento", garante.
 O coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Sílvio Prado, presente durante a vistoria realizada nesta manhã, corrigiu a informação falsa.  "Constatamos que nenhuma das patologias identificadas representam risco iminente de desabamento. A ponte apresenta alguns pontos de desgaste, que devem ser reparados para  que não evoluam, porém sem maiores danos a estrutura global. Mantemos a rotina de monitoramento às estruturas na capital, intensificando as ações preventivas", esclareceu.