Candidatos inscritos no NAT participam de seleção para Jovem Aprendiz na Emgetis

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/05/2018 às 05:19:00

 

Na manhã desta segunda-feira, jovens de 16 a 21 anos tiveram a oportunidade de participar de seleção para três vagas de Jovem Aprendiz na Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis). A empresa faz parte da Administração Pública Indireta Estadual e abriu edital para preenchimento dessas vagas e formação de um cadastro de reserva. Os candidatos foram selecionados e encaminhados para a prova de seleção através do Núcleo de Apoio ao Trabalhador (NAT), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho e Inclusão (Seidh).
O NAT totalizou 13 jovens inscritos. Em seguida, os encaminhou para a seleção, que aconteceu na sede da Emgetis. Durante o processo, os candidatos fizeram uma prova composta por 20 questões de português e matemática. Para ser classificado, o jovem deve realizar pelo menos 50% de acertos. Segundo a gerente do Setor Pessoal da empresa, Ana Paula Correa, o recrutamento de Jovens Aprendizes atende à Lei da Aprendizagem. "O candidato deve estar matriculado no segundo ano do ensino médio, ser aluno da rede pública, municipal, estadual ou federal, e estudar no turno vespertino ou noturno", explicou.
A gerente ainda lembrou que a parceria da Emgetis com o NAT já acontece há três processos seletivos e destacou a facilidade que Núcleo oferece a este tipo de recrutamento. "É muito válido porque precisamos desse auxílio. Somos uma empresa pública e, para contratarmos esses jovens, mesmo em regime específico, precisamos realizar um Processo Seletivo Público aberto e com edital. O NAT fica responsável por essa parte e temos tido muito sucesso", comentou.

Na manhã desta segunda-feira, jovens de 16 a 21 anos tiveram a oportunidade de participar de seleção para três vagas de Jovem Aprendiz na Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis). A empresa faz parte da Administração Pública Indireta Estadual e abriu edital para preenchimento dessas vagas e formação de um cadastro de reserva. Os candidatos foram selecionados e encaminhados para a prova de seleção através do Núcleo de Apoio ao Trabalhador (NAT), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho e Inclusão (Seidh).
O NAT totalizou 13 jovens inscritos. Em seguida, os encaminhou para a seleção, que aconteceu na sede da Emgetis. Durante o processo, os candidatos fizeram uma prova composta por 20 questões de português e matemática. Para ser classificado, o jovem deve realizar pelo menos 50% de acertos. Segundo a gerente do Setor Pessoal da empresa, Ana Paula Correa, o recrutamento de Jovens Aprendizes atende à Lei da Aprendizagem. "O candidato deve estar matriculado no segundo ano do ensino médio, ser aluno da rede pública, municipal, estadual ou federal, e estudar no turno vespertino ou noturno", explicou.
A gerente ainda lembrou que a parceria da Emgetis com o NAT já acontece há três processos seletivos e destacou a facilidade que Núcleo oferece a este tipo de recrutamento. "É muito válido porque precisamos desse auxílio. Somos uma empresa pública e, para contratarmos esses jovens, mesmo em regime específico, precisamos realizar um Processo Seletivo Público aberto e com edital. O NAT fica responsável por essa parte e temos tido muito sucesso", comentou.