Turista de SP morre afogado na Croa do Goré

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/05/2018 às 05:21:00

 

Um turista do interior de São Paulo morreu afogado ontem, após um mergulho na Croa do Goré, no Mosqueiro (zona de expansão de Aracaju). O paulista de 59 anos fazia um passeio com um grupo de amigos e nadava com a esposa no Rio Vaza-Barris, quando ambos decidiram ir em uma área mais profunda, por onde passa um canal. De repente, o casal começou a se afogar e chegou a ser ajudado pelos amigos, que estavam em um barco alugado, e por pescadores que estavam em uma ilha temporária. A mulher conseguiu se agarrar a uma bóia e foi salva. O homem, por sua vez, não conseguiu se manter e desapareceu, levado pela correnteza forte. 
Soldados do Grupamento Matítimo (GMar) do Corpo de Bombeiros foram chamados e fizeram buscas por cerca de duas horas, com a ajuda de barqueiros e donos dos bares. No entanto, os trabalhos precisaram ser suspensos por causa da maré alta. O corpo do turista não foi encontrado até o fechamento desta edição, mas a previsão dos Bombeiros era de que as buscas seriam retomadas com a baixa da maré, durante a noite de ontem.
Esta foi a segunda morte por afogamento em cerca de duas semanas na região da Croa do Goré. Em 28 de abril, a estudante baiana KathellenAyla de Jesus Santos, 19 anos, se afogou depois de cair de uma embarcação e ser levada pela correnteza do rio. O corpo foi encontrado horas depois. As circunstâncias do acidente ainda são investigadas pela Polícia Civil. 

Um turista do interior de São Paulo morreu afogado ontem, após um mergulho na Croa do Goré, no Mosqueiro (zona de expansão de Aracaju). O paulista de 59 anos fazia um passeio com um grupo de amigos e nadava com a esposa no Rio Vaza-Barris, quando ambos decidiram ir em uma área mais profunda, por onde passa um canal. De repente, o casal começou a se afogar e chegou a ser ajudado pelos amigos, que estavam em um barco alugado, e por pescadores que estavam em uma ilha temporária. A mulher conseguiu se agarrar a uma bóia e foi salva. O homem, por sua vez, não conseguiu se manter e desapareceu, levado pela correnteza forte. 
Soldados do Grupamento Matítimo (GMar) do Corpo de Bombeiros foram chamados e fizeram buscas por cerca de duas horas, com a ajuda de barqueiros e donos dos bares. No entanto, os trabalhos precisaram ser suspensos por causa da maré alta. O corpo do turista não foi encontrado até o fechamento desta edição, mas a previsão dos Bombeiros era de que as buscas seriam retomadas com a baixa da maré, durante a noite de ontem.
Esta foi a segunda morte por afogamento em cerca de duas semanas na região da Croa do Goré. Em 28 de abril, a estudante baiana KathellenAyla de Jesus Santos, 19 anos, se afogou depois de cair de uma embarcação e ser levada pela correnteza do rio. O corpo foi encontrado horas depois. As circunstâncias do acidente ainda são investigadas pela Polícia Civil.