Sergipana conquista ouro no Circuito Mundial

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A sergipana Duda Lisboa e a paranaense Ágatha Rippel vibram com medalha de ouro da etapa Brasil do Circuito Mundial de Vôlei de Praia
A sergipana Duda Lisboa e a paranaense Ágatha Rippel vibram com medalha de ouro da etapa Brasil do Circuito Mundial de Vôlei de Praia

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/05/2018 às 04:31:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br 
A dupla formada pela 
sergipana Duda Lis-
boa e a paranaense Ágatha Rippel, conquistou a medalha de ouro da etapa Brasil do Open Mundial de Vôlei de Praia, disputado na cidade de Itapema-SC. Na manhã deste domingo, 20, as brasileiras venceram as suíças Heidrich e Vergé-Depré por 2 sets a 0 - 21-19 e 21-17. Esta foi a primeira etapa do mundial conquistada pela dupla em 2018.
Após a conquista, a sergipana exaltou a participação da torcida na final. "O público e nossa família formaram mais um jogador em quadra. É ótimo termos mais um ouro no Brasil. Estávamos engasgadas, pois alguns resultados recentes no Circuito Mundial, não eram o que tínhamos buscado. Queríamos ir para o pódio. E felizmente conseguimos", disse Duda.
Jogar uma etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia dentro do Brasil é sinônimo de resultado positivo para Ágatha e Duda (PR/SE). A dupla venceu as suíças Heidrich e Verge-Depre por 2 sets a 0 (21/19, 21/17), em 36 minutos.
As brasileiras foram empurradas por uma torcida apaixonada, que lotou a arena de 2,7 mil lugares desde o primeiro duelo do dia. Completando o pódio a medalha de bronze da etapa ficou com as canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson, que superaram Maria Elisa e Carol Solberg (RJ) por 2 sets 1 (21/18, 18/21, 15/11), em 52 minutos.
Este é o segundo ouro em etapas do Circuito Mundial para Ágatha e Duda. Individualmente, Ágatha soma seis medalhas de ouro, enquanto Duda, de 19 anos, tem quatro. 
O torneio em Itapema é da categoria quatro estrelas, distribuindo 150 mil dólares aos atletas, com as duplas campeãs nos dois naipes recebendo 20 mil dólares e somando 800 pontos para o ranking, que define os campeões da temporada. As competições do tour são classificadas de uma a cinco com base nos pontos e na premiação que distribuem.

A dupla formada pela  sergipana Duda Lis- boa e a paranaense Ágatha Rippel, conquistou a medalha de ouro da etapa Brasil do Open Mundial de Vôlei de Praia, disputado na cidade de Itapema-SC. Na manhã deste domingo, 20, as brasileiras venceram as suíças Heidrich e Vergé-Depré por 2 sets a 0 - 21-19 e 21-17. Esta foi a primeira etapa do mundial conquistada pela dupla em 2018.
Após a conquista, a sergipana exaltou a participação da torcida na final. "O público e nossa família formaram mais um jogador em quadra. É ótimo termos mais um ouro no Brasil. Estávamos engasgadas, pois alguns resultados recentes no Circuito Mundial, não eram o que tínhamos buscado. Queríamos ir para o pódio. E felizmente conseguimos", disse Duda.Jogar uma etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia dentro do Brasil é sinônimo de resultado positivo para Ágatha e Duda (PR/SE). A dupla venceu as suíças Heidrich e Verge-Depre por 2 sets a 0 (21/19, 21/17), em 36 minutos.
As brasileiras foram empurradas por uma torcida apaixonada, que lotou a arena de 2,7 mil lugares desde o primeiro duelo do dia. Completando o pódio a medalha de bronze da etapa ficou com as canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson, que superaram Maria Elisa e Carol Solberg (RJ) por 2 sets 1 (21/18, 18/21, 15/11), em 52 minutos.
Este é o segundo ouro em etapas do Circuito Mundial para Ágatha e Duda. Individualmente, Ágatha soma seis medalhas de ouro, enquanto Duda, de 19 anos, tem quatro. 
O torneio em Itapema é da categoria quatro estrelas, distribuindo 150 mil dólares aos atletas, com as duplas campeãs nos dois naipes recebendo 20 mil dólares e somando 800 pontos para o ranking, que define os campeões da temporada. As competições do tour são classificadas de uma a cinco com base nos pontos e na premiação que distribuem.