Homem é baleado ao sair de Fórum em São Cristóvão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/05/2018 às 07:00:00

 

Um homem foi baleado no final da manhã de ontem ao sair do Fórum Desembargador Gilson Góis Soares, em São Cristóvão (Grande Aracaju).De acordo com a polícia, o rapaz tinha comparecido a uma audiência no Fórum, onde respondia a um processo por porte ilegal de arma. Na saída, um carro com pelo menos dois homens armados passou atirando contra o rapaz que acabou baleado na perna.
Mesmo atingido, o homem correu para dentro do Fórum. Ainda segundo a polícia, os homens que estavam no carro fugiram do local, chegando a trocar tiros com um sargento que faz a segurança do Fórum e reagiu ao ataque. O homem atingido foi atendido no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Em nota, o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) disse que o homem foi atingido quando estava no ponto de ônibus próximo ao Fórum da sede da comarca de São Cristóvão, após participar de uma audiência judicial e que a ocorrência está sendo tratada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Um homem foi baleado no final da manhã de ontem ao sair do Fórum Desembargador Gilson Góis Soares, em São Cristóvão (Grande Aracaju).De acordo com a polícia, o rapaz tinha comparecido a uma audiência no Fórum, onde respondia a um processo por porte ilegal de arma. Na saída, um carro com pelo menos dois homens armados passou atirando contra o rapaz que acabou baleado na perna.
Mesmo atingido, o homem correu para dentro do Fórum. Ainda segundo a polícia, os homens que estavam no carro fugiram do local, chegando a trocar tiros com um sargento que faz a segurança do Fórum e reagiu ao ataque. O homem atingido foi atendido no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Em nota, o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) disse que o homem foi atingido quando estava no ponto de ônibus próximo ao Fórum da sede da comarca de São Cristóvão, após participar de uma audiência judicial e que a ocorrência está sendo tratada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).