Deputado denuncia suspensão de recursos para UPA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 25/05/2018 às 06:54:00

 

O deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) repudiou ontem decisão do Ministério da Saúde que suspendeu o repasse no valor de 100 mil reais que seriam destinados à Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas Pedro Valadares, localizada no município de Simão Dias.
Na ocasião, o deputado Luciano explicou que a unidade sobrevive com o valor referido, repassado pelo Governo Federal,  105 mil repassados pelo Governo do Estado e 9 mil repassados pela Prefeitura, atendendo o montante de 47.410 pessoas durante todo o ano de 2017.
Ainda de acordo com o parlamentar, em 2018, até o mês de abril, foram realizados  15. 406 atendimentos, algo em torno de 4 mil atendimentos mensais. Pimentel disse ainda que o Ministério da Saúde sem ajudar financeiramente, exige readequação e corta 100 mil reais/mês para repasse da UPA Pedro Valadares, que além de servir ao povo de Simão Dias, serve também aos municípios vizinhos.
Em seu pronunciamento, Luciano Pimentel informou que irá apresentar uma Nota de Repúdio ao Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, motivado por uma decisão negativa e prejudicial por assinatura de portaria com efeito suspensória a transferência dos recursos para a unidade de Simão Dias.

O deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) repudiou ontem decisão do Ministério da Saúde que suspendeu o repasse no valor de 100 mil reais que seriam destinados à Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas Pedro Valadares, localizada no município de Simão Dias.
Na ocasião, o deputado Luciano explicou que a unidade sobrevive com o valor referido, repassado pelo Governo Federal,  105 mil repassados pelo Governo do Estado e 9 mil repassados pela Prefeitura, atendendo o montante de 47.410 pessoas durante todo o ano de 2017.
Ainda de acordo com o parlamentar, em 2018, até o mês de abril, foram realizados  15. 406 atendimentos, algo em torno de 4 mil atendimentos mensais. Pimentel disse ainda que o Ministério da Saúde sem ajudar financeiramente, exige readequação e corta 100 mil reais/mês para repasse da UPA Pedro Valadares, que além de servir ao povo de Simão Dias, serve também aos municípios vizinhos.
Em seu pronunciamento, Luciano Pimentel informou que irá apresentar uma Nota de Repúdio ao Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, motivado por uma decisão negativa e prejudicial por assinatura de portaria com efeito suspensória a transferência dos recursos para a unidade de Simão Dias.