Programa Nação Nordestina completa 11 anos na Aperipê FM

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/05/2018 às 03:14:00

 

Neste mês de maio, o programa Nação Nordestina completa 11 anos ininterruptos no ar pela rádio Aperipê FM 104,9. Focado na música e na cultura regional, sempre acompanhada de causos e da interação do ouvinte, o programa é transmitido todos os domingos das 8h às 10h da manhã. Para marcar o aniversário e a proximidade do período junino, uma programação especial foi preparada - o Arraiá do Nação Nordestina - que focará no mais autêntico forró.
Segundo o apresentador e produtor Paulo Corrêa, de maio até junho o foco será o artista nordestino que faz forró. Até porque foi a partir desta expressão cultural que o programa surgiu, em virtude dos trabalhos criados em 2001, o Fórum do Forró de Aracaju e a Marinete do Forró, até hoje atrações culturais para aracajuanos e turistas da capital sergipana. 
"A importância da Aperipê é muito grande, ainda mais num momento que a gente vive no país, porque a gente sabe que a própria direção tem também a consciência de mostrar uma programação educativa e cultural", opina.
11 anos de sucesso - A partir de 2017, após uma década de programa, algumas mudanças ocorreram de forma espontânea. Pelo prestígio e sucesso alcançados, o programa passou a ser retransmitido pela Rádio UFS /92.1, aos sábados das 12h às 14h. 
Corrêa atribui tamanha repercussão principalmente ao zelo e cuidado que tem com a qualidade da programação. "Eu prezo muito o estilo do programa e não abro mão para inserções para músicas que são comerciais e que são impostas pelo mercado. Na verdade, eu que sou do meio da comunicação e pesquiso muito isso, acredito que no chamado 'gosto popular' há uma escolha induzida, porque em todo Brasil vários desses empresários de artistas compram horário nas emissoras para só tocar esse tipo de música", polemiza o apresentador.

Neste mês de maio, o programa Nação Nordestina completa 11 anos ininterruptos no ar pela rádio Aperipê FM 104,9. Focado na música e na cultura regional, sempre acompanhada de causos e da interação do ouvinte, o programa é transmitido todos os domingos das 8h às 10h da manhã. Para marcar o aniversário e a proximidade do período junino, uma programação especial foi preparada - o Arraiá do Nação Nordestina - que focará no mais autêntico forró.
Segundo o apresentador e produtor Paulo Corrêa, de maio até junho o foco será o artista nordestino que faz forró. Até porque foi a partir desta expressão cultural que o programa surgiu, em virtude dos trabalhos criados em 2001, o Fórum do Forró de Aracaju e a Marinete do Forró, até hoje atrações culturais para aracajuanos e turistas da capital sergipana. 
"A importância da Aperipê é muito grande, ainda mais num momento que a gente vive no país, porque a gente sabe que a própria direção tem também a consciência de mostrar uma programação educativa e cultural", opina.
11 anos de sucesso - A partir de 2017, após uma década de programa, algumas mudanças ocorreram de forma espontânea. Pelo prestígio e sucesso alcançados, o programa passou a ser retransmitido pela Rádio UFS /92.1, aos sábados das 12h às 14h. 
Corrêa atribui tamanha repercussão principalmente ao zelo e cuidado que tem com a qualidade da programação. "Eu prezo muito o estilo do programa e não abro mão para inserções para músicas que são comerciais e que são impostas pelo mercado. Na verdade, eu que sou do meio da comunicação e pesquiso muito isso, acredito que no chamado 'gosto popular' há uma escolha induzida, porque em todo Brasil vários desses empresários de artistas compram horário nas emissoras para só tocar esse tipo de música", polemiza o apresentador.