Dois ônibus batem e dez pessoas ficam feridas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/05/2018 às 03:35:00

 

Milton Alves Júnior
Dez pessoas ficaram 
feridas na manhã 
de ontem após uma colisão envolvendo dois ônibus coletivos pertencentes ao sistema de transporte público de Aracaju e região metropolitana. Peritos especializados em trânsito estão investigando as causas do acidente registrado na Avenida Ivo do Prado, centro da cidade. Informações iniciais dão conta que o veículo à frente tentou desviar de um carro após manobra arriscada; o coletivo que seguia atrás não conseguiu frear instantaneamente ao ponto de evitar o impacto. Cinco viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram designadas para socorrer as vitimas. Todas com ferimentos leves.
Diante da violência do impacto, passageiros que seguiam em pé, acabaram caindo e se machucando. O parabrisa de um dos veículos, e vidros laterais de ambos, acabaram estourando e atingindo os passageiros. Por orientação dos profissionais do Samu, todas as vítimas receberam os primeiros socorros ainda no local. Uma pessoa garantiu estar se sentindo confortável ao ponto de não ser transferida para uma unidade de saúde. Cinco foram encaminhados para a Unidade de Pronto-atendimento Nestor Piva; dois para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse); uma para o Gabriel Soares e outra para o São Lucas.
Um boletim médico apresentado pela Central de Regulação de Urgência (CRU), identificou como vítimas: J. N. A., 30 anos, feminino, apresentou cefaléia e dor em tórax. N.S. F., 70 anos, feminino, apresenta corte em pé direito. M. R., 64 anos, feminino, apresenta dor em joelho direito e em braço esquerdo. A.O., 74 anos, masculino, apresenta dor em braço direito, dor em coluna torácica e lombar. A. S., 77 anos, feminino, apresenta dor em nariz. M. M. J. C., 63 anos, feminino,  apresenta cefaleia, dor em punho e em membro inferior direito. A. F., 43 anos, feminino, apresenta contusão em região frontal direita, cefaleia e dor lombar. E. C. S., 70 anos, feminino, apresenta dor em joelho e em região lombar. J. A. S., 47 anos, feminino, apresenta dor em membro superior direito; e, M. M. C., 76 anos, feminino, apresenta dor em membro inferior direito.
Todos passaram por exames, foram acompanhados por médicos especialistas em cada área específica, e receberam alta ao longo do dia. Para tentar reorganizar o fluxo de veículos na região, duas equipes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), foram encaminhadas. Agentes da Guarda Municipal de Aracaju e da Polícia Militar do Estado de Sergipe também estiveram no local. O acidente foi registrado às 9h05; as 9h12 o Samu registrou o primeiro chamado. Os dois veículos envolvidos no acidente apenas foram retirados por volta das 12h. Os tacógrafos dos veículos foram removidos a fim de identificar se os automóveis eram conduzidos acima da velocidade permitida.
O resultado da perícia deve ser apresentada em um prazo máximo de 30 dias úteis, podendo ser prorrogado por mais um mês. 

Dez pessoas ficaram  feridas na manhã  de ontem após uma colisão envolvendo dois ônibus coletivos pertencentes ao sistema de transporte público de Aracaju e região metropolitana. Peritos especializados em trânsito estão investigando as causas do acidente registrado na Avenida Ivo do Prado, centro da cidade. Informações iniciais dão conta que o veículo à frente tentou desviar de um carro após manobra arriscada; o coletivo que seguia atrás não conseguiu frear instantaneamente ao ponto de evitar o impacto. Cinco viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram designadas para socorrer as vitimas. Todas com ferimentos leves.
Diante da violência do impacto, passageiros que seguiam em pé, acabaram caindo e se machucando. O parabrisa de um dos veículos, e vidros laterais de ambos, acabaram estourando e atingindo os passageiros. Por orientação dos profissionais do Samu, todas as vítimas receberam os primeiros socorros ainda no local. Uma pessoa garantiu estar se sentindo confortável ao ponto de não ser transferida para uma unidade de saúde. Cinco foram encaminhados para a Unidade de Pronto-atendimento Nestor Piva; dois para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse); uma para o Gabriel Soares e outra para o São Lucas.Um boletim médico apresentado pela Central de Regulação de Urgência (CRU), identificou como vítimas: J. N. A., 30 anos, feminino, apresentou cefaléia e dor em tórax. N.S. F., 70 anos, feminino, apresenta corte em pé direito. M. R., 64 anos, feminino, apresenta dor em joelho direito e em braço esquerdo. A.O., 74 anos, masculino, apresenta dor em braço direito, dor em coluna torácica e lombar. A. S., 77 anos, feminino, apresenta dor em nariz. M. M. J. C., 63 anos, feminino,  apresenta cefaleia, dor em punho e em membro inferior direito. A. F., 43 anos, feminino, apresenta contusão em região frontal direita, cefaleia e dor lombar. E. C. S., 70 anos, feminino, apresenta dor em joelho e em região lombar. J. A. S., 47 anos, feminino, apresenta dor em membro superior direito; e, M. M. C., 76 anos, feminino, apresenta dor em membro inferior direito.
Todos passaram por exames, foram acompanhados por médicos especialistas em cada área específica, e receberam alta ao longo do dia. Para tentar reorganizar o fluxo de veículos na região, duas equipes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), foram encaminhadas. Agentes da Guarda Municipal de Aracaju e da Polícia Militar do Estado de Sergipe também estiveram no local. O acidente foi registrado às 9h05; as 9h12 o Samu registrou o primeiro chamado. Os dois veículos envolvidos no acidente apenas foram retirados por volta das 12h. Os tacógrafos dos veículos foram removidos a fim de identificar se os automóveis eram conduzidos acima da velocidade permitida.
O resultado da perícia deve ser apresentada em um prazo máximo de 30 dias úteis, podendo ser prorrogado por mais um mês.