Edvaldo reúne comitê e garante prestação dos serviços públicos municipais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/05/2018 às 03:39:00

 

O prefeito Edvaldo Nogueira reuniu o Comitê de Gerenciamento de Crise, na tarde desta segunda-feira, para avaliar o funcionamento dos serviços públicos municipais, diante da paralisação nacional dos caminhoneiros, e mensurar como serão os próximos dias de atendimento ao cidadão em Aracaju. Diante dos relatos positivos dos secretários, ficou estabelecida a manutenção das atividades da administração nesta terça-feira, 29.
Assim, todas as escolas (especialmente as creches), as unidades básicas de Saúde, as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) das zonas Norte (Nestor Piva) e Sul (Fernando Franco), além dos 16 Centros de Referência da Assistência Social, abrigos e casas-lares funcionarão normalmente nesta terça. Pacientes renais crônicos e oncológicos que utilizam o transporte oferecido pela Secretaria de Saúde também terão a programação de atendimento assegurada.
De mesmo modo, está garantida a oferta de 70% do efetivo do sistema de transporte público. A coleta de lixo domiciliar também está assegurada. A operação tapa-buraco não sofrerá descontinuidade, ficando paralisado temporariamente o programa de recapeamento. A Guarda Municipal manterá todo o seu efetivo trabalhando, sem descontinuidade. Está descartado, deste modo, o ponto facultativo para servidores municipais nesta terça-feira, 29.
Balanço - Na reunião, a secretária da Saúde, Waneska Barboza, relatou que houve "movimento expressivo" nos postos de saúde, que, nesta terça-feira, 29, voltarão a funcionar tanto pela manhã quanto pela tarde.
Quanto às escolas, a secretária da Educação, Cecília Leite, informou que houve falta de alguns professores nas escolas das zonas Sul e de Expansão, mas sem comprometer o funcionamento da rede. Além disso, afirmou ela, a presença de alunos apresentou redução no turno matutino, mas já voltou aos padrões da normalidade pela tarde. Na terça, todas as unidades de ensino funcionarão, com a merenda e o transporte escolar assegurados.
O presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Luiz Roberto Dantas, relatou que todos os veículos da coleta domiciliar de lixo atuaram na cidade, tendo havido dificuldade de tráfego até o aterro sanitário localizado em Rosário do Catete, por impedimento do movimento grevista na BR, mesmo com a decisão judicial autorizando a passagem. Por isso, os veículos voltaram a fazer o tráfego pelas rodovias estaduais, para não haver descontinuidade da coleta. A Justiça foi comunicada do impedimento. A limpeza geral da cidade transcorreu dentro da normalidade. Nesta terça, os serviços estão assegurados.
Em relação ao transporte público, o superintendente de Transporte e Trânsito, Aristóteles Fernandes, disse que a oferta de 70% da frota foi garantida nesta segunda-feira, o que se repetirá nesta terça. A Guarda Municipal atuou dentro da normalidade, quadro que será mantida neste dia 29, de acordo com o relato do secretário da Defesa Social, Luís Fernando Almeida.

O prefeito Edvaldo Nogueira reuniu o Comitê de Gerenciamento de Crise, na tarde desta segunda-feira, para avaliar o funcionamento dos serviços públicos municipais, diante da paralisação nacional dos caminhoneiros, e mensurar como serão os próximos dias de atendimento ao cidadão em Aracaju. Diante dos relatos positivos dos secretários, ficou estabelecida a manutenção das atividades da administração nesta terça-feira, 29.
Assim, todas as escolas (especialmente as creches), as unidades básicas de Saúde, as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) das zonas Norte (Nestor Piva) e Sul (Fernando Franco), além dos 16 Centros de Referência da Assistência Social, abrigos e casas-lares funcionarão normalmente nesta terça. Pacientes renais crônicos e oncológicos que utilizam o transporte oferecido pela Secretaria de Saúde também terão a programação de atendimento assegurada.
De mesmo modo, está garantida a oferta de 70% do efetivo do sistema de transporte público. A coleta de lixo domiciliar também está assegurada. A operação tapa-buraco não sofrerá descontinuidade, ficando paralisado temporariamente o programa de recapeamento. A Guarda Municipal manterá todo o seu efetivo trabalhando, sem descontinuidade. Está descartado, deste modo, o ponto facultativo para servidores municipais nesta terça-feira, 29.
Balanço - Na reunião, a secretária da Saúde, Waneska Barboza, relatou que houve "movimento expressivo" nos postos de saúde, que, nesta terça-feira, 29, voltarão a funcionar tanto pela manhã quanto pela tarde.
Quanto às escolas, a secretária da Educação, Cecília Leite, informou que houve falta de alguns professores nas escolas das zonas Sul e de Expansão, mas sem comprometer o funcionamento da rede. Além disso, afirmou ela, a presença de alunos apresentou redução no turno matutino, mas já voltou aos padrões da normalidade pela tarde. Na terça, todas as unidades de ensino funcionarão, com a merenda e o transporte escolar assegurados.
O presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Luiz Roberto Dantas, relatou que todos os veículos da coleta domiciliar de lixo atuaram na cidade, tendo havido dificuldade de tráfego até o aterro sanitário localizado em Rosário do Catete, por impedimento do movimento grevista na BR, mesmo com a decisão judicial autorizando a passagem. Por isso, os veículos voltaram a fazer o tráfego pelas rodovias estaduais, para não haver descontinuidade da coleta. A Justiça foi comunicada do impedimento. A limpeza geral da cidade transcorreu dentro da normalidade. Nesta terça, os serviços estão assegurados.
Em relação ao transporte público, o superintendente de Transporte e Trânsito, Aristóteles Fernandes, disse que a oferta de 70% da frota foi garantida nesta segunda-feira, o que se repetirá nesta terça. A Guarda Municipal atuou dentro da normalidade, quadro que será mantida neste dia 29, de acordo com o relato do secretário da Defesa Social, Luís Fernando Almeida.