Em reunião do Condem, Edvaldo firma convênio com a Jucese

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Aspecto da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Condem)
Aspecto da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Condem)

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/05/2018 às 06:03:00

 

O prefeito Edvaldo Nogueira assinou um termo de cooperação, na manhã desta terça-feira, 29, com a Junta Comercial de Sergipe, para formalização e ampliação da adesão de Aracaju ao programa "Agiliza-SE", para simplificar o processo de abertura, alteração e baixa de empresas, além de emissão de certidões e pagamento de taxas, facilitando assim o ambiente de negócios na cidade. O ato ocorreu durante a reunião extraordinária do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Condem) do município. 
"O programa Agiliza, desenvolvido pela Jucese, contribui, de forma muito efetiva, para o funcionamento das empresas. Por isso, este convênio que firmamos vai dar ainda mais agilidade nos processos que envolvem a abertura de negócios na cidade. Em meu mandato anterior, criei leis que melhoraram este ambiente, tanto que Aracaju é a primeira cidade do país com menos burocracia para abertura e regularização de empresas. Com este termo de cooperação, vamos melhorar ainda mais estes procedimentos, integrando os órgãos da Prefeitura, para que, de uma única vez, o empreendedor encaminhe suas demandas", afirmou o prefeito.
De acordo com Edvaldo, a meta da administração municipal é, até 2019, reduzir o tempo de abertura de uma empresa para até 72 horas. "O nosso tempo hoje já é o melhor do país, algo que é possível fazer em poucos dias, enquanto a média nacional chega a 90 dias. Mas o que queremos é que pequenas empresas consigam se viabilizar para funcionamento em 48 horas, enquanto as de médio porte levem 72 horas", reforçou.
Empresários aprovam - O empresário Juliano Souto, da Associação Nacional de Atacadistas e Distribuidores, lembrou que a ativação do Condem é o cumprimento de um compromisso feito por Edvaldo. "É preciso elogiar o prefeito por esta cumprindo o que prometeu, pois ele disse que disse que criaria este ambiente de discussão entre o Poder Público e a sociedade", ressaltou.
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Brenno Barreto, destacou que a simplificação dos processos burocráticos através do Agiliza, por parte da Prefeitura, é mais uma medida benéfica ao comércio, "assim como já é o pagamento dos salários em dia".
Representante da Universidade Tiradentes, o professor Ihanmarck Damasceno, disse que "toda ação voltada para estimular o ambiente de negócios é bem-vinda". "Uma brilhante iniciativa", definiu.

O prefeito Edvaldo Nogueira assinou um termo de cooperação, na manhã desta terça-feira, 29, com a Junta Comercial de Sergipe, para formalização e ampliação da adesão de Aracaju ao programa "Agiliza-SE", para simplificar o processo de abertura, alteração e baixa de empresas, além de emissão de certidões e pagamento de taxas, facilitando assim o ambiente de negócios na cidade. O ato ocorreu durante a reunião extraordinária do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Condem) do município. 
"O programa Agiliza, desenvolvido pela Jucese, contribui, de forma muito efetiva, para o funcionamento das empresas. Por isso, este convênio que firmamos vai dar ainda mais agilidade nos processos que envolvem a abertura de negócios na cidade. Em meu mandato anterior, criei leis que melhoraram este ambiente, tanto que Aracaju é a primeira cidade do país com menos burocracia para abertura e regularização de empresas. Com este termo de cooperação, vamos melhorar ainda mais estes procedimentos, integrando os órgãos da Prefeitura, para que, de uma única vez, o empreendedor encaminhe suas demandas", afirmou o prefeito.
De acordo com Edvaldo, a meta da administração municipal é, até 2019, reduzir o tempo de abertura de uma empresa para até 72 horas. "O nosso tempo hoje já é o melhor do país, algo que é possível fazer em poucos dias, enquanto a média nacional chega a 90 dias. Mas o que queremos é que pequenas empresas consigam se viabilizar para funcionamento em 48 horas, enquanto as de médio porte levem 72 horas", reforçou.
Empresários aprovam - O empresário Juliano Souto, da Associação Nacional de Atacadistas e Distribuidores, lembrou que a ativação do Condem é o cumprimento de um compromisso feito por Edvaldo. "É preciso elogiar o prefeito por esta cumprindo o que prometeu, pois ele disse que disse que criaria este ambiente de discussão entre o Poder Público e a sociedade", ressaltou.
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Brenno Barreto, destacou que a simplificação dos processos burocráticos através do Agiliza, por parte da Prefeitura, é mais uma medida benéfica ao comércio, "assim como já é o pagamento dos salários em dia".
Representante da Universidade Tiradentes, o professor Ihanmarck Damasceno, disse que "toda ação voltada para estimular o ambiente de negócios é bem-vinda". "Uma brilhante iniciativa", definiu.