Huse se prepara para montar sala de queimados e médica alerta sobre cuidados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O setor funciona 24 horas, com 14 leitos, sendo 4 pediátricos e 10 adultos
O setor funciona 24 horas, com 14 leitos, sendo 4 pediátricos e 10 adultos

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/06/2018 às 00:10:00

Com o início do mês junino cresce o alerta para os cuidados contra lesões por queimaduras. Essa é a época do ano em que as pessoas costumam acender fogueiras, preparar alimentos típicos da época e soltar fogos, o que eleva o risco de acidentes. Aqui no Estado, o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) conta com um setor especializado no atendimento às vítimas, que é a Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), referência em atendimentos de média e alta complexidade.

O setor funciona 24 horas, com 14 leitos, sendo 4 pediátricos e 10 adultos, e conta com uma equipe multidisciplinar, além de cirurgiões plásticos, enfermeiros, clínicos e pediatras. Para se ter uma ideia, no ano passado foram registrados no mês de junho 86 vítimas de queimaduras no Huse, a maioria por fogos de artifício. Pensando em reduzir os números, a cirurgiã plástica, Moema Santana, faz um alerta sobre os cuidados e as medidas que devem ser adotadas, caso aconteça uma queimadura.
"As pessoas que sofrem uma queimadura deve tomar alguns cuidados que são fundamentais para que a lesão não piore. Primeiro é resfriar o local da queimadura com água corrente por aproximadamente dez minutos, envolver a região ferida com pano seco e limpo e levar a pessoa para o hospital mais próximo. Outra questão importante é não utilizar produtos caseiros sobre o ferimento porque isso pode agravar a lesão. A calma deve prevalecer para que os primeiros socorros sejam iniciados", disse.

É recomendado que os adultos, principalmente aqueles que trabalham na fabricação dos fogos, só manuseiem o material com os Equipamentos de Proteção Individual (EPI). O contato constante aumenta a probabilidade de sofrer uma queimadura. Já os usuários dos fogos devem estar equipados com luvas grossas de pano, camisas de manga longa e calças jeans. Em casa, o cuidado também é necessário: utilizar luvas ao manipular líquidos ou comidas quentes e afastar as crianças da cozinha no momento da preparação desses alimentos.
Todos os anos, o Pronto Socorro do Huse se prepara para o período junino e com a finalidade de garantir agilidade na assistência, a equipe monta uma sala exclusiva para assistência imediata às vítimas de queimaduras e serve de apoio à UTQ. O coordenador do Pronto Socorro do Huse, Vinícius Vilela, explica como vai funcionar a sala de queimados.