Homem tenta matar esposa e é preso no 17 de Março

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 02/06/2018 às 00:10:00

Policiais militares de três equipes do 1º Batalhão de Polícia Comunitária (1º BPCom) prenderam um homem que tentou degolar a própria esposa, enquanto a espancava. O crime aconteceu por volta das 23h desta sexta-feira na Invasão das Mangabeiras, bairro 17 de Março (zona sul). As equipes táticas do batalhão foram mobilizadas pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que recebeu a denúncia de que um homem agredia a

esposa e estava armado com uma faca de cozinha.
De acordo com a PM, os militares chegaram ao local e encontraram a vítima ferida, com um corte na altura do queixo e sangue na parte do tórax.  A mesma informou aos policiais que, ao ser atacada pelo marido, conseguiu se defender e impedir que seu pescoço fosse cortado. O agressor fugiu da casa, pulando o muro do quintal, mas através das informações prestadas pela vítima, os policiais fizeram buscas em toda a vizinhança do local da ocorrência.

Depois de alguns minutos, o marido da vítima, identificado como Jailton dos Santos, 33 anos, foi localizado e preso em flagramte. Ele estava escondido no quintal de um vizinho e já sem a faca utilizada para a prática das agressões. O acusado foi encaminhado à Delegacia Plantonista Sul, no Augusto Franco, e vai responder por tentativa de homicídio e violência doméstica, com base na Lei Maria da Penha.  

Tiros na Barra - Equipes da Polícia Militar na Barra dos Coqueiros (Grande Aracaju) se envolveram na manhã deste sábado em uma troca de tiros com grupos de marginais que se enfrentaram em uma área de difícil acesso na periferia da cidade. Segundo as primeiras informações, integrantes de duas guarnições da Companhia Independente da PM que atua na cidade isolavam o local onde um corpo tinha sido encontrado por testemunhas.
Enquanto aguardavam a chegada do Instituto Médico-Legal (IML), os soldados ouviram disparos de arma de fogo e verificaram que os bandidos tinham acabado de matar um segundo homem. Os policiais reagiram e começou um intenso tiroteio, que só acabou quando os matadores fugiram por um matagal. Nenhum policial militar ficou ferido e outras equipes foram chamadas para reforçar as buscas pelos bandidos, incluindo o GTA (Grupamento Tático Aéreo). A ocorrência ainda estava em andamento até o fechamento desta edição.