Operação Corpus Christi: CPTran registra redução da violência no trânsito da Grande Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
MAIS DE MIL VEÍCULOS FORAM FISCALIZADOS NO FINAL DE SEMANA
MAIS DE MIL VEÍCULOS FORAM FISCALIZADOS NO FINAL DE SEMANA

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/06/2018 às 06:03:00

 

A Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran) divulgou na manhã desta segunda-feira, 4, os dados da Operação Corpus Christi na Grande Aracaju. Durante a operação, 1091 veículos foram abordados, sendo 778 automóveis e 313 motocicletas/ciclomotores, sendo que, motoristas e passageiros também eram revistados, em caso de comportamento suspeito.
A operação foi iniciada na última quarta-feira, 30, e encerrou na noite desta segunda-feira, 4, com objetivo de intensificar as fiscalizações de trânsito, coibir comportamentos inadequados dos condutores, por meio de ações de educação para o trânsito e controle do excesso de velocidade, além do combate à criminalidade na Região Metropolitana de Aracaju.
Segundo o comando da CPTran, as ações preventivas resultaram na diminuição significativa da violência no trânsito, no período de abrangência do feriado prolongado. Em 2017 foram registrados 17 acidentes, com duas mortes, já em 2018 foram atendidas seis ocorrências, todas sem morte, ou seja, uma diminuição de 64,70% de acidentes e 100% em relação à ausência de vítima fatal. Os policiais da Companhia ainda recuperaram dois veículos com restrição de roubo e furto, sendo uma motocicleta e um carro de passeio.
No tocante às infrações relacionadas ao uso do álcool (Artigo 165 do CTB), dois condutores foram presos em flagrante. Outros cinco infratores foram enquadrados no artigo Art. 165, os quais recusaram efetuar o teste, mas não apresentavam indícios de embriaguez. Todos eles tiveram suas CNHs recolhidas.
Na área litorânea, as fiscalizações da missão "Praia Segura" também foram intensificadas, entretanto, não houve registro de irregularidades nos últimos cinco dias.
Para o capitão Silveira, comandante da Unidade, as estatísticas comprovam que o principal objetivo da operação foi alcançado, pois, o que as ações da Especializada vislumbram é o combate a qualquer tipo de violência, quer seja no trânsito ou não.

A Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran) divulgou na manhã desta segunda-feira, 4, os dados da Operação Corpus Christi na Grande Aracaju. Durante a operação, 1091 veículos foram abordados, sendo 778 automóveis e 313 motocicletas/ciclomotores, sendo que, motoristas e passageiros também eram revistados, em caso de comportamento suspeito.
A operação foi iniciada na última quarta-feira, 30, e encerrou na noite desta segunda-feira, 4, com objetivo de intensificar as fiscalizações de trânsito, coibir comportamentos inadequados dos condutores, por meio de ações de educação para o trânsito e controle do excesso de velocidade, além do combate à criminalidade na Região Metropolitana de Aracaju.
Segundo o comando da CPTran, as ações preventivas resultaram na diminuição significativa da violência no trânsito, no período de abrangência do feriado prolongado. Em 2017 foram registrados 17 acidentes, com duas mortes, já em 2018 foram atendidas seis ocorrências, todas sem morte, ou seja, uma diminuição de 64,70% de acidentes e 100% em relação à ausência de vítima fatal. Os policiais da Companhia ainda recuperaram dois veículos com restrição de roubo e furto, sendo uma motocicleta e um carro de passeio.
No tocante às infrações relacionadas ao uso do álcool (Artigo 165 do CTB), dois condutores foram presos em flagrante. Outros cinco infratores foram enquadrados no artigo Art. 165, os quais recusaram efetuar o teste, mas não apresentavam indícios de embriaguez. Todos eles tiveram suas CNHs recolhidas.
Na área litorânea, as fiscalizações da missão "Praia Segura" também foram intensificadas, entretanto, não houve registro de irregularidades nos últimos cinco dias.
Para o capitão Silveira, comandante da Unidade, as estatísticas comprovam que o principal objetivo da operação foi alcançado, pois, o que as ações da Especializada vislumbram é o combate a qualquer tipo de violência, quer seja no trânsito ou não.