Defensoria Pública realiza Mutirão de Registro Civil em Estância

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Cartaz da campanha do registro civil
Cartaz da campanha do registro civil

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/06/2018 às 06:05:00

 

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe realiza nesta terça-feira, 5, às 8h, na unidade de atendimento localizada no Fórum Ministro Heitor de Souza, no município de Estância, mutirão de atendimento sobre documentação pessoal.
A ação - que faz parte da Campanha Nacional "Defensoras e Defensores Públicos pelo Direito a Documentação Pessoal", promovida pela Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) - contará com atendimento dos defensores públicos Aroldo Sávio e Rodrigo Cavalcante, além de estagiários do curso de Direito.  
Durante o Mutirão de Registro Civil, a população poderá requerer a primeira certidão de nascimento, segunda-via, suprimento e retificação de registro.
Segundos dados da Anadep, no Brasil mais de três milhões de pessoas não têm certidão de nascimento. "Vamos realizar no município de Estância o primeiro evento no Estado, tendo como prioridade a temática da campanha de 2018 da Anadep. Mais uma campanha que objetiva a inclusão social de nossos usuários da Defensoria Pública, consistente na intermediação e orientação na concessão administrativa ou judicial de registro civil. O número de pessoas que ainda não têm identificação civil é alarmante, e, considerando tal estatística, a Defensoria vem tentar diminuir essa invisibilidade social", disse o defensor público, Aroldo Sávio.

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe realiza nesta terça-feira, 5, às 8h, na unidade de atendimento localizada no Fórum Ministro Heitor de Souza, no município de Estância, mutirão de atendimento sobre documentação pessoal.
A ação - que faz parte da Campanha Nacional "Defensoras e Defensores Públicos pelo Direito a Documentação Pessoal", promovida pela Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) - contará com atendimento dos defensores públicos Aroldo Sávio e Rodrigo Cavalcante, além de estagiários do curso de Direito.  
Durante o Mutirão de Registro Civil, a população poderá requerer a primeira certidão de nascimento, segunda-via, suprimento e retificação de registro.
Segundos dados da Anadep, no Brasil mais de três milhões de pessoas não têm certidão de nascimento. "Vamos realizar no município de Estância o primeiro evento no Estado, tendo como prioridade a temática da campanha de 2018 da Anadep. Mais uma campanha que objetiva a inclusão social de nossos usuários da Defensoria Pública, consistente na intermediação e orientação na concessão administrativa ou judicial de registro civil. O número de pessoas que ainda não têm identificação civil é alarmante, e, considerando tal estatística, a Defensoria vem tentar diminuir essa invisibilidade social", disse o defensor público, Aroldo Sávio.