Morre o ex-prefeito Cleovansóstenes Pereira de Aguiar

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 08/06/2018 às 07:04:00

 

Morreu no final da tarde de ontem o médico Cleovansóstenes Pereira de Aguiar, que foi prefeito de Aracaju entre 1971 e 1975. Ele tinha 92 anos e, segundo a família, estava em seu apartamento e morreu depois de sentir um mal-estar. A causa da morte foi um ataque cardíaco. O corpo foi encaminhado ao Cemitério Colina da Saudade, onde deverá ser enterrado às 16h de hoje.
Cleovansóstenes nasceu em Rio Largo (AL) e foi um dos fundadores do curso de Medicina da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Na década de 1970, além de se destacar na atividade política, foi um dos poucos médicos no estado a fazer exames de medula óssea para detectar a leishmaniose. Também contribuiu significativamente para o estudo da esquistossomose em Sergipe e foi membro da Academia Sergipana de Medicina.

Morreu no final da tarde de ontem o médico Cleovansóstenes Pereira de Aguiar, que foi prefeito de Aracaju entre 1971 e 1975. Ele tinha 92 anos e, segundo a família, estava em seu apartamento e morreu depois de sentir um mal-estar. A causa da morte foi um ataque cardíaco. O corpo foi encaminhado ao Cemitério Colina da Saudade, onde deverá ser enterrado às 16h de hoje.
Cleovansóstenes nasceu em Rio Largo (AL) e foi um dos fundadores do curso de Medicina da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Na década de 1970, além de se destacar na atividade política, foi um dos poucos médicos no estado a fazer exames de medula óssea para detectar a leishmaniose. Também contribuiu significativamente para o estudo da esquistossomose em Sergipe e foi membro da Academia Sergipana de Medicina.