Para felicidade da nação proletária, Luizinho fica

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/06/2018 às 07:20:00

 

Uma notícia corria em segredo nos últimos dias no Sabino Ribeiro. Nesta quinta-feira, porém, a notícia veio à tona, com um desfecho favorável ao time proletário. O treinador Luizinho Lopes havia recebido uma proposta irrecusável, do Botafogo da Paraíba e melhor ainda, uma proposta ainda maior do Remo, para assumir o comando de uma dessas duas equipes, que perderam seus técnicos no início da semana. 
Na proposta discutida com o Botafogo-PB, o treinador proletário receberia algumas vantagens, além do salário três vezes superior ao que recebe hoje no Confiança. Luizinho confirmou a proposta do time paraibano, mas afirmou que não vai sair do Confiança.
A outra proposta veio do Remo, que perdeu o treinador Givanildo Oliveira e procurou o técnico do Confiança. A proposta do Remo foi ainda superior a oferecida pelo Botafogo. Mas o treinador abriu mão das duas propostas e preferiu dar sequência ao seu projeto dentro do Confiança. Comenta-se que o Remo ofereceu um salário quatro vezes ao que Luizinho recebe hoje no Confiança. 
- É real. Eu recebi, sim, o convite e fico feliz por isso. É sinal que o Confiança está me dando uma visibilidade muito grande. Isso chama-se a lei do retorno. Mas estou bastante focado aqui, quero cumprir com o projeto que nós iniciamos e espero que a gente tenha sucesso - explicou o técnico do Confiança, Luizinho Lopes.
Nesta quinta-feira o time proletário treinou no campo da Unit, preparando a equipe para a partida deste domingo contra o Globo-RN em Ceará Mirim. Nessa partida Luizinho contará com algumas novidades na equipe como o retorno de Rai e Flávio.

Uma notícia corria em segredo nos últimos dias no Sabino Ribeiro. Nesta quinta-feira, porém, a notícia veio à tona, com um desfecho favorável ao time proletário. O treinador Luizinho Lopes havia recebido uma proposta irrecusável, do Botafogo da Paraíba e melhor ainda, uma proposta ainda maior do Remo, para assumir o comando de uma dessas duas equipes, que perderam seus técnicos no início da semana. 
Na proposta discutida com o Botafogo-PB, o treinador proletário receberia algumas vantagens, além do salário três vezes superior ao que recebe hoje no Confiança. Luizinho confirmou a proposta do time paraibano, mas afirmou que não vai sair do Confiança.
A outra proposta veio do Remo, que perdeu o treinador Givanildo Oliveira e procurou o técnico do Confiança. A proposta do Remo foi ainda superior a oferecida pelo Botafogo. Mas o treinador abriu mão das duas propostas e preferiu dar sequência ao seu projeto dentro do Confiança. Comenta-se que o Remo ofereceu um salário quatro vezes ao que Luizinho recebe hoje no Confiança. 
- É real. Eu recebi, sim, o convite e fico feliz por isso. É sinal que o Confiança está me dando uma visibilidade muito grande. Isso chama-se a lei do retorno. Mas estou bastante focado aqui, quero cumprir com o projeto que nós iniciamos e espero que a gente tenha sucesso - explicou o técnico do Confiança, Luizinho Lopes.
Nesta quinta-feira o time proletário treinou no campo da Unit, preparando a equipe para a partida deste domingo contra o Globo-RN em Ceará Mirim. Nessa partida Luizinho contará com algumas novidades na equipe como o retorno de Rai e Flávio.