Incra entrega novos títulos e amplia investimento em créditos para assentamentos de Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/06/2018 às 06:40:00

 

O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Góes, e o superintendente regional da autarquia em Sergipe, Gilson dos Anjos, participaram nesta sexta-feira de eventos que marcaram a entrega de novos títulos definitivos e contratos para a concessão de créditos em dois municípios sergipanos.
Localizado em Indiaroba, na região Sul de Sergipe, o projeto Cinco de Janeiro teve 107 famílias contempladas com novos Títulos de Domínio. 
Os documentos, também conhecidos como "títulos definitivos", oficializam a propriedade da terra para os agricultores assentados, permitindo, entre outros benefícios, o acesso a linhas de crédito produtivo mais robustas. "Esses documentos trazem segurança jurídica e abrem portas para um novo universo de operações financeiras. São a chave para um crescimento na produção e na renda das famílias, com a consequente melhoria da qualidade de vida nos assentamentos", explicou dos Anjos.
Além da entrega dos títulos definitivos, o Incra também oficializou no assentamento a assinatura de 72 novos contratos do chamado "Fomento Mulher", num investimento total de R$ 216 mil. Desenvolvido pela autarquia para estimular a equidade de gênero e o desenvolvimento produtivo feminino, o Fomento Mulher oferece um crédito de R$ 3 mil por agricultora.
Outros assentamentos sergipanos também contemplados com a entrega de títulos e a assinatura de novos contratos de créditos foram os projetos Luiz Alberto e Dom Oscar Romero, no município de Cristinápolis.
Neles e, também, nos assentamentos José Eliseu e Antonio Araujo, na vizinha Rio Real, no estado da Bahia, a autarquia consolidou a entrega de 252 Contratos de Concessão de Uso (CCUs). Os papéis garantem a posse do lote e o acesso às ações desenvolvidas pelo próprio Incra, configurando-se como os primeiros documentos da terra.
Além dos CCUs, o Instituto também concretizou nos assentamentos a assinatura de  200 contratos do crédito Apoio Inicial, que disponibiliza R$ 5,2 mil por família, para a aquisição de gêneros de necessidade prioritária. Ao todo, foram investidos nessa nova etapa de pagamento do Crédito Apoio Inicial em Sergipe e no município de Rio Real, na Bahia, R$ 1,3 milhão.

O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Góes, e o superintendente regional da autarquia em Sergipe, Gilson dos Anjos, participaram nesta sexta-feira de eventos que marcaram a entrega de novos títulos definitivos e contratos para a concessão de créditos em dois municípios sergipanos.
Localizado em Indiaroba, na região Sul de Sergipe, o projeto Cinco de Janeiro teve 107 famílias contempladas com novos Títulos de Domínio. 
Os documentos, também conhecidos como "títulos definitivos", oficializam a propriedade da terra para os agricultores assentados, permitindo, entre outros benefícios, o acesso a linhas de crédito produtivo mais robustas. "Esses documentos trazem segurança jurídica e abrem portas para um novo universo de operações financeiras. São a chave para um crescimento na produção e na renda das famílias, com a consequente melhoria da qualidade de vida nos assentamentos", explicou dos Anjos.
Além da entrega dos títulos definitivos, o Incra também oficializou no assentamento a assinatura de 72 novos contratos do chamado "Fomento Mulher", num investimento total de R$ 216 mil. Desenvolvido pela autarquia para estimular a equidade de gênero e o desenvolvimento produtivo feminino, o Fomento Mulher oferece um crédito de R$ 3 mil por agricultora.
Outros assentamentos sergipanos também contemplados com a entrega de títulos e a assinatura de novos contratos de créditos foram os projetos Luiz Alberto e Dom Oscar Romero, no município de Cristinápolis.
Neles e, também, nos assentamentos José Eliseu e Antonio Araujo, na vizinha Rio Real, no estado da Bahia, a autarquia consolidou a entrega de 252 Contratos de Concessão de Uso (CCUs). Os papéis garantem a posse do lote e o acesso às ações desenvolvidas pelo próprio Incra, configurando-se como os primeiros documentos da terra.
Além dos CCUs, o Instituto também concretizou nos assentamentos a assinatura de  200 contratos do crédito Apoio Inicial, que disponibiliza R$ 5,2 mil por família, para a aquisição de gêneros de necessidade prioritária. Ao todo, foram investidos nessa nova etapa de pagamento do Crédito Apoio Inicial em Sergipe e no município de Rio Real, na Bahia, R$ 1,3 milhão.