Gesto obsceno na solenidade de abertura

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O brasileiro Ronaldo Fenômeno foi um dos destaques da festa de abertura da Copa do Mundo Rússia 2018
O brasileiro Ronaldo Fenômeno foi um dos destaques da festa de abertura da Copa do Mundo Rússia 2018

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/06/2018 às 07:20:00

 

O cantor inglês Robbie Williams foi a peça destoante da solenidade de aberturas da Copa do Mundo da Rússia. Ao final da apresentação o canto foi flagrado fazendo gestos obscenos. Pelas redes e sites do mundo afora, especula-se que com esse gesto, o cantor britânico tenha demonstrado todo o seu amor ao regime de traço autoritário de Vladimir Putin.
Se musicalmente o show de Robbie Williams com a soprano russa Aída Garifullina deixou a desejar na abertura da Copa do Mundo da Rússia, levando as redes a pedir a volta de Shakira ao campo, em termos políticos o britânico deu uma bola dentro. O dedo do meio da mão esquerda, erguido já no final do show no estádio Luzhniki, em Moscou, soou para muitos como um recado para Vladimir Putin.
A festa - Apresentação antes da partida entre Rússia e Arábia Saudita teve show do cantor inglês com Aída Garifullina. Juntos, eles cantaram 'Angels'. Participação de Ronaldo foi discreta. A abertura da Copa do Mundo em Moscou, no estádio Luzhniki, nesta quinta-feira (14), teve rápida participação de Ronaldo e show que uniu pop inglês e russo.
O camisa 9 do Brasil nas Copas de 1998, 2002 e 2006 acenou para fãs, chutou uma bola e brincou com o mascote da competição, o lobinho Zabivaka. A apresentação antes da partida entre Rússia e Arábia Saudita teve show de Robbie Williams com participação da soprano russa Aída Garifullina.
O cantor inglês de 44 anos cantou trechos de sucessos como "Feel" e "Rock DJ". O melhor momento foi quando ele dividiu os vocais da balada "Angels" com Aída. Ao final do show, deu tapinhas nas mãos de alguns fotógrafos, fez suas caras e bocas de praxe e até mostrou o dedo médio para a câmera.

O cantor inglês Robbie Williams foi a peça destoante da solenidade de aberturas da Copa do Mundo da Rússia. Ao final da apresentação o canto foi flagrado fazendo gestos obscenos. Pelas redes e sites do mundo afora, especula-se que com esse gesto, o cantor britânico tenha demonstrado todo o seu amor ao regime de traço autoritário de Vladimir Putin.
Se musicalmente o show de Robbie Williams com a soprano russa Aída Garifullina deixou a desejar na abertura da Copa do Mundo da Rússia, levando as redes a pedir a volta de Shakira ao campo, em termos políticos o britânico deu uma bola dentro. O dedo do meio da mão esquerda, erguido já no final do show no estádio Luzhniki, em Moscou, soou para muitos como um recado para Vladimir Putin.
A festa - Apresentação antes da partida entre Rússia e Arábia Saudita teve show do cantor inglês com Aída Garifullina. Juntos, eles cantaram 'Angels'. Participação de Ronaldo foi discreta. A abertura da Copa do Mundo em Moscou, no estádio Luzhniki, nesta quinta-feira (14), teve rápida participação de Ronaldo e show que uniu pop inglês e russo.
O camisa 9 do Brasil nas Copas de 1998, 2002 e 2006 acenou para fãs, chutou uma bola e brincou com o mascote da competição, o lobinho Zabivaka. A apresentação antes da partida entre Rússia e Arábia Saudita teve show de Robbie Williams com participação da soprano russa Aída Garifullina.
O cantor inglês de 44 anos cantou trechos de sucessos como "Feel" e "Rock DJ". O melhor momento foi quando ele dividiu os vocais da balada "Angels" com Aída. Ao final do show, deu tapinhas nas mãos de alguns fotógrafos, fez suas caras e bocas de praxe e até mostrou o dedo médio para a câmera.