Mesmo com a derrota, Musa do Egito acredita na classificação

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/06/2018 às 07:33:00

 

Musa do Egito, Haruxa Bahiti, acredita que tudo é possível em se tratando de futebol e que o jogo contra o Uruguai mostrou que o Egito vai dar trabalho. 
A Copa do Mundo da Rússia 2018 começou, e ja é a com maior participação de equipes de todos os tempos. Isso mostra um pouco da diversidade do nosso planeta, e também pode trazer incríveis surpresas em resultados improváveis. 
Haruxa Bahiti tem 28 anos, é dançarina, filha de árabes, natural de Porto Alegre e torce por uma colocação favorável para sua seleção do coração: "O Egito surpreendeu no jogo contra o Uruguai, seguramos bem, mostramos que vamos dar trabalho, azar que bem no final fizeram o gol. No futebol tudo é possível e eu sou pé quente, vamos classificar". 
O Uruguai tem uma grande tradição no futebol, a Celeste, como é conhecida, é bicampeã mundial.

Musa do Egito, Haruxa Bahiti, acredita que tudo é possível em se tratando de futebol e que o jogo contra o Uruguai mostrou que o Egito vai dar trabalho. 
A Copa do Mundo da Rússia 2018 começou, e ja é a com maior participação de equipes de todos os tempos. Isso mostra um pouco da diversidade do nosso planeta, e também pode trazer incríveis surpresas em resultados improváveis. 
Haruxa Bahiti tem 28 anos, é dançarina, filha de árabes, natural de Porto Alegre e torce por uma colocação favorável para sua seleção do coração: "O Egito surpreendeu no jogo contra o Uruguai, seguramos bem, mostramos que vamos dar trabalho, azar que bem no final fizeram o gol. No futebol tudo é possível e eu sou pé quente, vamos classificar". 
O Uruguai tem uma grande tradição no futebol, a Celeste, como é conhecida, é bicampeã mundial.