Prefeitura de Lagarto notifica empresa MRM, proibindo novos serviços de escavações

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/06/2018 às 07:43:00

 

Diante da indignação da população de vários bairros de Lagarto, com o descaso do Governo Estadual no que diz respeito a lentidão das obras de Esgotamento Sanitário neste município, especificamente da recuperação por pavimentação asfáltica ou por paralelepípedo nos Bairros Estação, Santa Terezinha, Ademar de Carvalho, Novo Horizonte e Catita no Centro da cidade, a Prefeitura Municipal de Lagarto, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEMDURB) notificou a empresa MRM, responsável pelos serviços.
A notificação emitida na quinta-feira, 14 de junho, consiste em proibir novas frentes de trabalho em ruas tanto com pavimentação asfáltica e em paralelos no município até que as recuperações dos bairros supracitados sejam executadas e comprovadas via relatório e vistoria por parte da equipe técnica da SEMDURB.
A medida se fez mais urgente diante da denúncia de moradores do bairro Estação, na periferia do município, que estavam há 15 dias com a Avenida Lourival Baptista, que compõe o bairro, interditada por completo.

Diante da indignação da população de vários bairros de Lagarto, com o descaso do Governo Estadual no que diz respeito a lentidão das obras de Esgotamento Sanitário neste município, especificamente da recuperação por pavimentação asfáltica ou por paralelepípedo nos Bairros Estação, Santa Terezinha, Ademar de Carvalho, Novo Horizonte e Catita no Centro da cidade, a Prefeitura Municipal de Lagarto, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEMDURB) notificou a empresa MRM, responsável pelos serviços.
A notificação emitida na quinta-feira, 14 de junho, consiste em proibir novas frentes de trabalho em ruas tanto com pavimentação asfáltica e em paralelos no município até que as recuperações dos bairros supracitados sejam executadas e comprovadas via relatório e vistoria por parte da equipe técnica da SEMDURB.
A medida se fez mais urgente diante da denúncia de moradores do bairro Estação, na periferia do município, que estavam há 15 dias com a Avenida Lourival Baptista, que compõe o bairro, interditada por completo.