Câmara recebe resultados financeiros do 1º quadrimestre de 2018

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/06/2018 às 07:27:00

 

Atendendo a um dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o secretário municipal da Fazenda (SEMFAZ), Jeferson Passos, esteve na tarde desta quarta-feira, no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), para apresentar aos membros da a Comissão de Finanças, Tomada de Contas e Orçamentos da casa e aos demais interessados os resultados financeiros obtidos no primeiro quadrimestre de 2018.
Durante a apresentação, o secretário falou sobre as despesas e receitas do município, discursou sobre a dívida e sobre o gasto com pessoal. De acordo com o vereador Thiaguinho Batalha (PMB), que é presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas, essa apresentação é essencial para que os vereadores tomem conhecimento de como anda a situação financeira da prefeitura.
O secretário Jeferson Passos afirmou que no primeiro quadrimestre de 2018, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o ICMS tiveram um crescimento, mas que não foi suficiente para recuperar os índices do ano de 2017. "A tendência é que se esses índices continuarem crescendo teremos um comportamento melhor das receitas no final do ano", afirmou.

Atendendo a um dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o secretário municipal da Fazenda (SEMFAZ), Jeferson Passos, esteve na tarde desta quarta-feira, no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), para apresentar aos membros da a Comissão de Finanças, Tomada de Contas e Orçamentos da casa e aos demais interessados os resultados financeiros obtidos no primeiro quadrimestre de 2018.
Durante a apresentação, o secretário falou sobre as despesas e receitas do município, discursou sobre a dívida e sobre o gasto com pessoal. De acordo com o vereador Thiaguinho Batalha (PMB), que é presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas, essa apresentação é essencial para que os vereadores tomem conhecimento de como anda a situação financeira da prefeitura.
O secretário Jeferson Passos afirmou que no primeiro quadrimestre de 2018, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o ICMS tiveram um crescimento, mas que não foi suficiente para recuperar os índices do ano de 2017. "A tendência é que se esses índices continuarem crescendo teremos um comportamento melhor das receitas no final do ano", afirmou.